È positiva a contribuição da Igreja na sociedade chilena

Monsenhor Mamberti em visita oficial a Santiago

| 911 visitas

SANTIAGO DO CHILE, terça-feira, 13 de dezembro, 2011 (ZENIT.org) - Entre a Santa Sé e o Chile as relações diplomáticas são "excelentes". Isto é o que podemos ler de um comunicado divulgado esta manhã, após uma visita a Santiago de monsenhor Dominique Mamberti, Secretário para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado.

Na capital chilena, monsenhor Mamberti teve um primeiro encontro com o Ministro das Relações Exteriores, Moreno Charme. Em seguida, o bispo foi recebido no Palácio da Moeda, pelo presidente Sebastián Piñera.

A declaração expressa "satisfação pelas excelentes relações bilaterais entre o Chile e a Santa Sé e pela positiva contribuição que as instituições católicas trazem para a sociedade chilena, especialmente na educação, na promoção social e na integração dos povos indígenas."

Foi também um feedback positivo sobre as questões tratadas na reunião de março último entre o Papa Bento XVI e o presidente Piñera, durante a visita deste ao Vaticano.

Entre os temas em questão incluem "a defesa da vida em todas as suas fases e a defesa da família, o respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais, incluindo a liberdade de religião e de educação; a adesão aos princípios do direito internacional, a proteção ambiental, a contribuição para o desenvolvimento integral e para a paz social; sobre estas questões e sobre os valores fundamentais da convivência humana". Todas questões sobre as quais os dois estados têm encontrado uma "convergência" boa.

A visita de Dom Mamberti no Chile continua em Valparaiso, sede do Congresso Nacional, onde o representante da diplomacia Vaticana se reunirá com os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados. Mamberti também vai prestar homenagem a Santo Alberto Hurtado e  Santa Teresita de los Andes, visitando seus respectivos santuários.