"É preciso ajudar o homem a descobrir, juntamente com o sentido da vida, a própria arte de viver"

Saudação de Bento XVI aos participantes do Simpósio "Humanização e Sentido da Vida" que acontecerá na PUC-Rio

| 1393 visitas

CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 07 de novembro de 2012(ZENIT.org) – Ao final da tradicional Audiência Geral de quarta-feira, realizada hoje na Praça de São Pedro, Bento XVI saudou os participantes do II Simpósio sobre “Humanização e Sentido da Vida” que acontecerá nos próximos dias 8 e 9 de novembro, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

O Simpósio da PUC-Rio pretende apresentar o pensamento de Joseph Ratzinger enquanto teólogo, sua interpretação do dado revelado, sua visão do mundo e o diálogo com a cultura atual.

O Papa disse: “Saúdo os Reitores, Professores, Autoridades e estudantes das diversas Universidades que amanhã, no Rio de Janeiro, começam o Simpósio sobre «Humanização e Sentido da Vida». Em um mundo em rápida mudança, é preciso ajudar o homem a descobrir, juntamente com o sentido da vida, a própria arte de viver. Faço votos de que os trabalhos destes dias mostrem como a razão, iluminada pela fé, é capaz de alargar o seu horizonte para enfrentar, com alegria, os grandes desafios da vida”.

Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, em recente artigo enviado a ZENIT explicou que ao abordar tanto alguns temas atuais quanto as permanentes indagações do ser humano, as conferências se propõem a confrontar tais questionamentos com as respostas que a vasta formação e experiência do maior teólogo da atualidade nos apresentam. Partindo da questão sobre o sentido da vida, a programação percorre assuntos como política, ética e economia, que suscitam tantos debates éticos e morais contemporâneos, para desembocar no sentido último da existência e da realidade, à luz da fé.

(MEM)