Ecumenismo como tema presente no encontro de cardeais convocado pelo Papa

Reunião importante para a unidade da Igreja, segundo o cardeal Araujo Sales

| 1044 visitas

CIDADE DO VATICANO, quinta-feira, 22 de novembro de 2007 (ZENIT.org).- O ecumenismo será um dos temas centrais do encontro dos cardeais do mundo convocado para esta sexta-feira por Bento XVI. Segundo explicou a Zenit o cardeal brasileiro Eugenio de Araujo Sales, trata-se de uma reunião muito importante para promover a unidade da Igreja.



O encontro acontece aproveitando a presença dos purpurados em Roma por ocasião do consistório de criação de 23 novos cardeais que acontecerá no dia seguinte

O «encontro de oração e reflexão do colégio cardinalício», como foi definido nesta quinta-feira pela Sala de Informação da Santa Sé em uma nota, acontecerá na Sala Nova do Sínodo dos Bispos.

«Após rezar, às 9h30, o Santo Padre saudará os cardeais presentes», explica o comunicado.

«O cardeal Walter Kasper, presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, falará a seguir sobre o tema: 'Informações, reflexões e valorizações do momento atual do diálogo ecumênico'.»

«Posteriormente, às 12h30, está previsto um turno de intervenções dos purpurados.»

À tarde, a reunião continuará às 17h com a celebração das Vésperas. «A seguir, acontecerá um intercâmbio de idéias entre os cardeais, introduzido pelo Santo Padre, sobre a vida da Igreja em geral», revela a Santa Sé.

«A jornada de oração e de reflexão terminará às 19h, com o discurso do Sumo Pontífice», conclui o comunicado.

O cardeal Araujo Sales, arcebispo emérito do Rio de Janeiro (Brasil), explicou a Zenit que «estas reuniões do Colégio Cardinalício muito ajudam a evitar tudo que possa prejudicar a unidade da Igreja e a função do Papa».

«Estas reuniões ajudam a enfrentar os desafios do mundo atual, segundo o mandato de Cristo: 'Que sejam um para que o mundo creia' (João 17, 21)», conclui o purpurado.