Em Notre Dame, Papa reza pela unidade dos cristãos

Na oração das vésperas durante a tarde desta sexta-feira

| 724 visitas

PARIS, sábado, 13 de setembro de 2008 (ZENIT.org).- Na catedral de Notre Dame Bento XVI fez uma oração pela unidade dos cristãos, junto a 2 mil sacerdotes, religiosos, religiosas, seminaristas, diáconos católicos e representantes das Igrejas cristãs e das comunidades eclesiais presentes na França.

Na homilia da celebração das vésperas o Papa demonstrou uma das principais preocupações de seu pontificado: «com uma confiança inquebrantável no poder de Deus que nos salvou ‘na esperança’ e que quer fazer de nós um só rebanho sob o cajado de um só pastor, Cristo Jesus, rogo pela unidade da Igreja».

Após saudar «com respeito e afeto» os represetantes ecumênicos, o Papa assegurou que «o poder da Palavra de Deus é tal que podemos todos ter confiança nele, como sempre fez São Paulo, nosso intercessor privilegiado este ano».

O bispo de Roma recordou que o apóstolo dos povos, ao se despedir das primeiras comunidades cristãs, deixava-lhes nas «mãos de Deus e de sua palavra, que é graça», «colocando-lhes em guarda contra toda forma de divisão».

«Peço ardentemente ao Senhor que cresça em nós o sentido desta unidade da Palavra de Deus, sinal, penhor e garantia da unidade da Igreja», afirmou.

«Não há amor na Igreja sem amor à Palavra, não há uma Igreja sem unidade em torno a Cristo redentor, não há frutos de redenção sem amor a Deus a ao próximo, segundo os dois mandamentos que resumem toda a Sagrada Escritura», afirmou.

Mais de 40 mil pessoas, que não puderam entrar na catedral parisiense, acompanharam o ato nos arredores de Notre Dame através de telões instalados no local.