«Embaixador» do Papa leva ajuda a Gaza

O delegado apostólico em Jerusalém não perde a esperança de paz

| 1080 visitas

JERUSALÉM, quinta-feira, 22 de janeiro de 2009 (ZENIT.org).- O delegado apostólico em Jerusalém, Dom Antonio Franco, visitou Gaza nesta quarta-feira para distribuir entre os centros de assistência católicos as ajudas à população, enviadas por Bento XVI. 

«Visitei o centro de Gaza, onde vi muita destruição. Os danos mais graves, contudo, encontram-se nas regiões periféricas. Pelo que vejo, parece também que a retirada do exército israelense está sendo completada», revelou Dom Franco à agência SIR, do episcopado italiano. 

«Celebramos a missa na paróquia da Sagrada Família, cheia de fiéis – revela o prelado. Levei a proximidade, a oração e a solidariedade do Papa, também através de uma ajuda pessoal dirigida a aliviar os sofrimentos destes dias. A solidariedade é fundamental neste momento, pois é instrumento útil para criar as condições de paz e de reconciliação.»

O arcebispo teve encontros com o Pe. Manuel Musallam, pároco da Igreja da Sagrada Família, com as Missionárias da Caridade e outras religiosas, que prestam seu serviço aos mais vulneráveis. 

«Muitas pessoas me confessaram seu medo e seu sofrimento», acrescenta o núncio apostólico em Israel e delegado diante da Autoridade Palestina. 

O prelado considera que a chegada de Barack Obama à Casa Branca pode trazer uma mudança. 

«Esperamos que a política trate, pelo menos um pouco, de concentrar-se nos sofrimentos das pessoas, buscando dar suas respostas, sem cair em jogos de poder e interesses. É urgente ocupar-se dos direitos, das exigências e das aspirações do povo. E creio que Obama sublinhou isso no discurso inaugural: são necessárias soluções aos problemas que afligem a humanidade.»