Encontro Inter-religioso do Chipre termina com convite à paz

Ingrid Betancourt: «O bem sempre vence o mal»

| 993 visitas

NICÓSIA, terça-feira, 18 de novembro de 2008 (ZENIT.org).- Cerca de 200 representantes religiosos do mundo inteiro participaram nesta terça-feira da «oração conjunta pela paz» com a qual terminou o encontro inter-religioso no palácio episcopal ortodoxo de Nicósia (Chipre), promovido pela Comunidade de Sant'Egidio. 

A cerimônia terminou com a assinatura de um «convite à paz», proposto por uma representante da Comunidade de Sant'Egidio, no qual se pede às nações que construam «uma nova ordem mundial de paz». 

«Assistimos a um momento difícil da história, por causa da crise econômica que afeta o mundo e que desfez tantas seguranças. Muitos vêem o futuro com pessimismo, e se os ricos não os ajudarem, muitos pobres pagarão um duro preço por esta crise. Não é hora de fechar-se em pessimismos», adverte a mensagem. 

Na conclusão intervieram o fundador da Comunidade de Sant'Egidio, Andrea Riccardi, e a ex-prisioneira das FARC, Ingrid Betancourt. Riccardi expressou sua confiança em que a escolha do Chipre como sede deste encontro ajude a resolver o conflito deste país, dividido entre turcos e cipriotas e considerado como o «último muro» que resta por cair na Europa. 

«Desejamos que a paz e a justiça sejam restabelecidas no Chipre, e que desta terra, em uma posição estratégica entre o Oriente e o Ocidente, sopre um vento de paz sobre o Oriente Médio, sobre o Iraque, sobre a África sofredora», acrescentou Riccardi. 

Para Ingrid Betancourt, os países «devem ter fé e não se render», mas «crer que um mundo melhor é possível, que o bem sempre vence o mal. Não se deve esquecer que a felicidade à qual o mundo aspira será possível quando a religião não for utilizada para fins políticos». 

Mais informação e vídeos em: www.santegidio.org