Encontro Internacional no Vaticano aborda o tráfico de seres humanos

Representantes da Santa Sé e autoridades policiais de todo o mundo se reúnem para discutir um crime que afeta hoje mais de 2 milhões de pessoas

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) Redacao | 355 visitas

Uma "abominação" à qual não podemos ficar indiferentes: foi assim que o papa Francisco definiu o fenômeno terrível do tráfico de seres humanos, crime que, atualmente, afeta mais de dois milhões e meio de pessoas, de acordo com estimativas recentes da Organização Internacional do Trabalho, e que movimenta 32 bilhões de dólares por ano.

A convite do papa, a Santa Sé vai a campo e organiza na próxima quarta-feira, 9 de abril, e na quinta-feira, 10 de abril, o grande evento internacional “Combater o tráfico de seres humanos: uma parceria entre a Igreja e o respeito pela lei”. O encontro internacional é o segundo promovido pela Conferência Episcopal da Inglaterra e do País de Gales e acontece na “Casina Pio IV”, sede da Pontifícia Academia de Ciências, no Vaticano.

O porta-voz da Santa Sé, pe. Federico Lombardi, explicou hoje que os dois dias de estudo e reflexão pretendem divulgar "o modelo de boa colaboração entre o Vaticano e a polícia para combater o tráfico de seres humanos".

O evento contará com a presença de chefes da polícia dos seguintes países: Itália, EUA, Reino Unido, Brasil, Argentina, Canadá, Albânia, Austrália, Alemanha, Gana, Índia, Irlanda, Lituânia, Nigéria, Filipinas, Polônia, Romênia, Escócia, Irlanda do Norte, Espanha, Eslováquia e Tailândia. Como convidados especiais, participarão também responsáveis da Europol e da Interpol.

Representam a Igreja, por sua vez, os cardeais Vincent Gerard Nichols, arcebispo de Westminster, no Reino Unido, e John Olorunfemi Onaiyekan, arcebispo de Abuja, na Nigéria, que farão seus pronunciamentos durante o encontro.

Participam ainda algumas vítimas do tráfico humano e religiosas que trabalham e ajudam na recuperação de quem sofreu os traumas deste crime abominável.