Encontro Vocacional de mais de 100.000 jovens em Loreto

Organizado pelo Caminho Neocatecumenal

| 1344 visitas

LORETO, terça-feira, 4 de setembro de 2007 (ZENIT.org).- Mais de 100 mil jovens de comunidades neocatecumenais participaram nesta segunda-feira, em Loreto, junto a Kiko Arguello, Carmen Hernández e o Pe. Mario Pezzi, responsáveis do Caminho Neocatecumenal, de um encontro vocacional.



Ao final, 3.200 jovens se levantaram para manifestar sua decisão de consagrar-se a Deus: 2000 jovens ofereceram sua disponibilidade para entrar no seminário e 1.200 moças para abraçar a vida religiosa.

A reunião, que aconteceu ao dia seguinte do encontro do Papa Bento XVI com os jovens italianos, foi presidida pelo arcebispo Stanislaw Rylko, presidente do Conselho Pontifício para os Leigos, e estiveram presentes numerosos bispos.

Desde o primeiro encontro de João Paulo II com os jovens, em Roma (1984), e depois por ocasião das Jornadas Mundiais da Juventude, os iniciadores do Caminho convocaram os jovens das comunidades para participar de um encontro vocacional no qual se recolhem os frutos do encontro com o Santo Padre, explica o Caminho Neocatecumenal em um comunicado enviado à Zenit.

O encontro, uma liturgia da Palavra, começou com uma solene procissão com mais de mil presbíteros que carregaram a estátua de Nossa Senhora de Loreto com o Menino Jesus.

Dom Rylko assegurou, ao tomar a palavra, que Bento XVI «quer transmitir uma mensagem a todos os jovens: ser cristão é belo».

Segundo um cálculo do Caminho Neocatecumenal, mais 4 mil moças procedentes dessa experiência já abraçaram a vida religiosa. Muitas tomaram esta decisão em momentos como esse.

Os jovens que decidem nestes encontros empreender o caminho da formação sacerdotal deram vida, em boa parte, aos 70 seminários diocesanos missionários «Redemptoris Mater» que existem no mundo.

Nestes encontros, declara o Caminho Neocatecumenal, muitos jovens também encontraram a vocação de formar uma família cristã no matrimônio.

Na Jornada Mundial da Juventude, que se celebrará em Sydney em julho de 2008, também participarão milhares de jovens das comunidades neocatecumenais. Por convite do cardeal George Pell, arcebispo da cidade, foram preparados 40 itinerários missionários para diferentes grupos de jovens de todo o mundo.