Encontro vocacional do Caminho Neocatecumenal reúne mais de 15 mil jovens em Brasília

| 1378 visitas

BRASILIA, quarta-feira, 1 de agosto de 2012 (ZENIT.org) - A Arquidiocese de Brasília acolheu nesse domingo (29), 17 mil pessoas durante o encontro vocacional dos jovens do Caminho Neocatecumenal no Brasil. O evento, que foi presidido pelo arcebispo Dom Sergio da Rocha no Parque Ecológico Dom Bosco (Lago Sul), contou com a presença maciça de jovens provenientes de dezenove estados do país. Enquanto vinham de caminho ao local do encontro, os grupos de jovens foram evangelizando pelas ruas e cidades.

O encontro começou no início da tarde, por volta das 14h30, com a apresentação dos bispos participantes. No palco estavam D. Pedro Luiz Stringhini (bispo de Franca-SP), D. Valério Breda (Penedo-AL) e Mons. Piergiorgio Bertoldi (conselheiro do Núncio Apostólico no Brasil).

O Pe. José Folqué, acompanhado de Maria del Pilar de la Plaza e Raúl Viana, a equipe responsável do Caminho Neocatecumenal no Brasil, leu uma carta enviada por D. Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro e anfitrião da próxima Jornada Mundial da Juventude, na qual encorajava os jovens a preparar-se para este grande acontecimento, no ano que vem.

Além da equipe, participaram do evento o Pe. Sávio Ribeiro, assessor do Setor Juventude da CNBB, e os seminaristas e presbíteros formadores dos seminários missionários diocesanos ‘Redemptoris Mater’ de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Asunción (Paraguai).

A assembleia teve início com a celebração da palavra. Para encorajar os jovens à vida cristã, o Pe. José Folqué leu o testemunho da jovem espanhola Marta Obregón (1969-1992), em processo de beatificação pela santidade ao defender a sua virgindade perante as agressões recebidas. Depois do querigma baseado na Segunda Carta aos Coríntios (5, 14-6,2) e da exortação do Pe. Folqué, foi proclamado o trecho da ressurreição de Jesus segundo o Evangelho de Mateus (28, 1-10).

D. Sergio da Rocha, dirigindo-se aos jovens, disse que “o anúncio da salvação brota da nossa participação na ressurreição de Cristo e na sua vitória sobre a morte”. Pensando no chamado vocacional, ele sublinhou que “todo encontro pessoal com Cristo nos leva a viver a vida em Cristo através da comunidade, da Igreja, dizendo sim ao chamado que Jesus nos faz nas diversas vocações da vida em comunhão”. Nesse sentido, “toda vocação na Igreja não se esgota na comunidade, ainda que se alimente dentro dela, mas a vocação está aberta à missão no mundo”.

Neste encontro vocacional de preparação à JMJ do Rio de Janeiro, trezentos jovens do Caminho Neocatecumenal no Brasil foram chamados por Cristo ao presbiterado e duzentas moças para a vida religiosa.

Fonte: Assessoria de imprensa Caminho Neocatecumenal no Brasil