Epifania: primeiro sinal da singular identidade do Filho de Deus

Mensagem do Papa no Ângelus de hoje

| 1303 visitas

CIDADE DO VATICANO, quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 (ZENIT.org) - Bento XVI felicitou hoje os cristãos das Igrejas Orientais, que celebram seu Natal amanhã, seguindo o calendário juliano.

Por outro lado, o Pontífice também recordou o Dia da Infância Missionária, proposta pela Pontifícia Obra da Santa Infância; agradeceu e abençoou todas as crianças que participam dela.

Quem é Jesus?

Antes de rezar o Ângelus, Bento XVI se referiu ao significado da "vinda e adoração dos Magos" como "o primeiro sinal da singular identidade do Filho de Deus, que é também filho da Virgem Maria".

Explicou que, "desde então, começou a espalhar-se a pergunta que acompanhará toda a vida de Cristo e que, de diversas maneiras, atravessa os séculos: quem é este Jesus?" e disse que "esta é a pergunta que a Igreja volta a suscitar no coração de todas as pessoas".

"Este é o anseio espiritual que inspira a missão da Igreja: dar a conhecer Jesus, seu Evangelho, para que cada pessoa possa descobrir em seu rosto humano o rosto de Deus e ser iluminado pelo seu mistério de amor."

Também indicou que a Epifania "preanuncia a abertura universal da Igreja" e "nos fala também da maneira como a Igreja realizada esta missão: refletindo a luz de Cristo e anunciando a sua Palavra".

"Os cristãos são chamados a imitar o papel que a estrela teve para os Reis Magos. Devemos brilhar como filhos da luz, para atrair todos à beleza do Reino de Deus."

"E aos que buscam a verdade - concluiu -, devemos oferecer a Palavra de Deus, que leva a reconhecer em Jesus ‘o verdadeiro Deus e a vida eterna'."