Escolhidos lema e logotipo para a peregrinação do Santo Padre à Terra Santa

Para que todos sejam um" e a imagem do abraço de São Pedro e Santo André comemoram o encontro entre o Papa Paulo VI e o Patriarca Atanagora há 50 anos

Roma, (Zenit.org) Redacao | 243 visitas

A viagem do Santo Padre à Terra Santa de 24 a 26 de Maio já tem lema e logotipo. Os líderes das comunidades católicas da Terra Santa (AOCTS) fizeram a escolha durante um encontro, de 11 e 12 de março, em Tiberíades. O lema "Para que todos sejam um" e a imagem representam o abraço dos irmãos Pedro e André, os dois primeiros discípulos chamados por Jesus, na Galiléia.

O site oficial da peregrinação à Terra Santa (popefrancisholyland2014.lpj.org/pt/) lembra que "o Santo Padre insistiu que o centro da sua peregrinação fosse o encontro com o Patriarca greco-ortodoxo Bartolomeu de Constantinopla e com os chefes das Igrejas em Jerusalém, para comemorar e renovar a unidade expressa pelo Papa Paulo VI e o Patriarca de Constantinopla Atanagora, há 50 anos em Jerusalém.

É uma maneira, explicam, de dar forma aos desejos do Senhor na Última Ceia: Não rogo somente por eles, mas também por aqueles que por sua palavra hão de crer em mim. Para que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que sejam um, como nós somos um: eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade e o mundo reconheça que me enviaste e os amaste, como amaste a mim."(João 17,20-23).

Assim, também o logotipo expressa esse desejo de unidade, retrata o abraço entre Pedro e André, os dois primeiros discípulos chamados por Jesus na Galiléia. São Pedro o patrono da Igreja que está em Roma, e Santo André em Constantinopla. O site indica também que "os dois apóstolos estão no mesmo barco, que representa a Igreja. O mastro deste barco é a cruz do Senhor, enquanto as velas do barco são infladas pelo vento, o Espírito Santo dirige o barco nas águas deste mundo."

A peregrinação do Papa Francisco terá três fases: Amman, Belém e Jerusalém, 'três dias, como ´havia anunciado no dia 5 de janeiro, quando informou durante o Angelus sobre sua viagem à Terra Santa. Além disso, Francisco acrescentou que no Santo Sepulcro será celebrado um encontro ecumênico com todos os representantes das Igrejas cristãs de Jerusalém, junto com o Patriarca Bartolomeu de Constantinopla. “Pedimos-lhe para orar por esta peregrinação, que será uma peregrinação de oração.”

(Trad.:MEM)