Espanha: descoberta obra religiosa de Sorolla

Quadro Estudo de Cristo representa Jesus crucificado

| 795 visitas

BARCELONA, quinta-feira, 10 de maio de 2012 (ZENIT.org) - Pesquisadores do Centro de Arte da Época Moderna (CAEM) da Universidade de Lérida (UdL), Espanha, descobriram um quadro do pintor valenciano Joaquín Sorolla, intitulado Estudo de Cristo e datado em 1883, nos primeiros anos de formação do artista.

Segundo a UdL, é uma tela de especial singularidade, dotada de muita força, de temática pouco desenvolvida depois da sua juventude e de alto valor artístico. O quadro retrata Cristo na cruz.

Os especialistas do CAEM, liderados pelo catedrático de História da Arte Ximo Company, analisaram a obra com estudos técnicos de fluorescência e luz ultravioleta e com refletografias digitais através de infravermelhos e radiografias. Todas as provas evidenciaram a originalidade da obra, sem fragmentações nem superexposição. A tela mede 97x62 centímetros e tem uma assinatura ilegível.

A obra estava documentada no catálogo A vida e a obra de Joaquín Sorolla, elaborado por Bernardino de Pantorba em 1953, no capítulo sobre quadros em mãos de particulares ou de paradeiro desconhecido. Segundo Company, a obra é de qualidade extrema e teria sido feita na etapa de Sorolla como assistente e iluminador do estúdio de fotografia de Antonio García, que mais tarde seria seu sogro.

“Pertence à época mais acadêmica, antes que ele soltasse o próprio traço”, explicou o catedrático. “A pincelada, a preparação da tela e a gama cromática coincidem com as que o criador valenciano usou nos anos de juventude”, completou. “É uma pincelada valente, atrevida, solta, que já dá certa clareza sobre o estilo que ele adotaria”.

Segundo a UdL, a descoberta abre a porta para novas pesquisas sobre uma etapa desconhecida do pintor, um dos mais aclamados da transição de séculos entre o XIX e o XX.