Estímulo do Papa para o Meeting de Comunhão e Liberação

Para viver a vocação do homem, «ser buscador da verdade»

| 613 visitas

CASTEL GANDOLFO, domingo, 19 de agosto de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI alentou neste domingo os participantes do Meeting organizado pelo movimento eclesial Comunhão e Liberação a viverem a vocação do homem, que consiste em ser «buscador da verdade».



O Papa pronunciou estas palavras desde Castel Gandolfo, no dia em que, na cidade italiana costeira de Rimini, pela primeira vez, um Secretário de Estado do Papa, o cardeal Tarcisio Bertone, inaugurava esse encontro que durará até o dia 25 de agosto.

Comentando o tema, «A verdade é o destino para o qual fomos feitos», o bispo de Roma assegurou sua oração «para que, através das múltiplas iniciativas programadas, o Meeting seja para muitos uma ocasião fecunda de reflexão e de confrontação para viver a vocação mais profunda do homem: ser buscador da verdade e, por isso, de Deus».

Esta edição do Meeting prevê 118 encontros, conferências, mesas redondas, etc., 20 espetáculos, 12 exposições, 13 competições esportivas, 498 conferencistas envolvidos, 3.211 voluntários.

No encontro, que acontece todos os anos desde 1980, participarão milhares de pessoas, em boa parte jovens.

Na homilia da missa inaugural, o cardeal Bertone reconheceu que hoje «dá a impressão de que, no clima de relativismo e ceticismo que penetra a nossa sociedade, chega-se a proclamar uma radical desconfiança na possibilidade de conhecer a verdade».

Comentando as leituras da liturgia dominical, o colaborador mais próximo do Papa na guia da Santa Sé explicou que «Cristo é o único que pode identificar a verdade com uma pessoa; Ele é a verdade feita pessoa, feita humanidade, e quem o busca e o segue se realiza plenamente».

Antes e concluir, o purpurado salesiano apresentou uma pergunta de Santo Agostinho de Hipona: «O que o homem busca, senão a verdade?». E respondeu: «Toda a existência do homem está marcada por este interrogante, que encontra plena resposta no encontro com Cristo».