Estrela do Mar, implora o perdão por nós que nos tornamos cegos

Oração do papa Francisco a Nossa Senhora na ilha de Lampedusa, pedindo pelos migrantes e pelos refugiados

Roma, (Zenit.org) | 447 visitas

“Estrela do Mar, mais uma vez recorremos a ti para implorar proteção e socorro. Mãe de Deus e Mãe Nossa, volta o teu olhar dulcíssimo a todos aqueles que enfrentam cada dia os perigos do mar, para garantir às suas famílias o sustento necessário para a vida, para preservar a criação e para servir à paz entre os povos”.

“Protetora dos migrantes e dos itinerantes, cuida maternalmente dos homens, das mulheres e das crianças obrigadas a fugir das próprias terras em busca de um futuro e de esperança. Que o encontro conosco, com os nossos povos, não se transforme em causa de novas e mais pesadas escravidões e humilhações”.

“Mãe de Misericórdia, implora perdão por nós, que nos tornamos cegos de egoísmo, apegados aos nossos interesses e prisioneiros dos nossos medos, distraídos das necessidades e do sofrimento dos nossos irmãos”.

“Refúgio dos Pecadores, obtém-nos a conversão do coração de quem gera as guerras, o ódio e a pobreza; de quem explora os irmãos e a sua fragilidade e faz indigno comércio da vida humana.

Modelo de Caridade, abençoa os homens e as mulheres de boa vontade, que acolhem e servem a quem chegou a esta terra. O amor recebido e doado seja semente de novos laços fraternos e aurora de um mundo de paz. Amém”.