Ex-mordomo do papa obtém liberdade provisória

Anúncio é confirmado pelo porta-voz do Vaticano

| 964 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 23 de julho de 2012 (ZENIT.org) – Reproduzimos a declaração do diretor da sala de imprensa do Vaticano, padre Federico Lombardi, divulgada na tarde de sábado, 21, sobre a concessão da liberdade provisória ao Sr. Paolo Gabriele, ex-mordomo do papa Bento XVI, preso em maio passado durante investigação sobre vazamento de documentos vaticanos.

O juiz instrutor do Tribunal do Estado da Cidade do Vaticano, profº Piero Bonnet, em não permanecendo, após o interrogatório de hoje, a necessidade da manutenção do acusado em prisão, dispôs que ao Sr. Paolo Gabriele seja concedido o benefício da liberdade provisória e da prisão domiciliar, após a prestação das idôneas garantias.

O Sr. Gabriele residirá com sua família no Vaticano, observando as disposições do juiz para os contatos e relacionamento com outras pessoas.

Os passos seguintes do processo, previstos para os próximos dias, averiguarão a responsabilidade pelo delito de furto qualificado, bem como a seguinte sentença de reenvio a julgamento ou de absolvição pelo juiz instrutor.

Outrossim, comunica-se que a comissão de cardeais entregou ao Santo Padre em dias recentes o relatório final dos seus trabalhos.

(Trad.ZENIT)