Exército fiel ao regime do Presidente de Assad prende dois ativistas cristãos

Sede da Assyrian Democratic Organization de Hassakè foi invadida na terça-feira

Roma, (Zenit.org) | 293 visitas

Uma equipe das Forças de Defesa Nacional – o exército fiel ao regime do Presidente de Assad – entrou na sede da Assyrian Democratic Organization de Hassakè, na província síria norte oriental de Jazira, prendendo dois líderes locais da organização. Trata-se de Snjer Dasho (55 anos) e do George Odisho (28 anos).

As notícias foram dadas por fontes oficiais da organização, consultadas pela Agência Fides. A invasão ocorreu na noite de terça-feira 19 de novembro. Os dois militares foram pegos e até agora não foi comunicado o local de seu destino. A Assyrian Democratic Organization (ADO) é uma das siglas assírias e sírias que representam a exígua componente cristã no seio da Syrian National Coalition, o cartel do grupo da oposição síria reconhecido no ano passado como o único representante legítimo do povo sírio por várias chancelarias ocidentais. Nos dias passados, os líderes da ADO escreveram uma declaração para denunciar a total ausência de expoent es cristãos no governo “ad ínterim” formado por nove ministros e instituído em 12 de novembro pela Syrian National Coalition durante uma reunião em Istambul.

A Assyrian Democratic Organization nasceu na Síria, em 1957, como movimento político para realizar as aspirações nacionais, políticas, culturais e administrativas do povo sírio.

(Fonte: Fides)