Faltam menos de 24 horas para a chegada do Papa Francisco

A cidade do Rio de Janeiro já está preparada e de braços abertos

Rio de Janeiro, (Zenit.org) Thácio Siqueira | 666 visitas

Às 16hs de amanhã (22), em menos de 24hs, o Papa Francisco chegará ao Brasil e será recebido pela presidente Dilma Roussef, que acompanhará a sua chegada da Base aérea do Galeão, juntamente com os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), Antônio Patriota (Relações Exteriores) e Gleisi Hoffman (Casa Civil).

Do aeroporto do Galeão, segundo a nova agenda do Papa, o pontífice seguirá em papamóvel aberto - e não blindado - até o Palácio do Guanabara seguindo um percurso preparado pelas autoridades locais (Veja o percurso aqui). 

A cidade maravilhosa já se encontra multicolor. Bandeiras de todos os países desfilam pelas ruas nas costas de peregrinos e voluntários. A praia de Copacabana - símbolo do Brasil - tornou-se uma nova Praça de São Pedro, local de encontro e símbolo também de renovação da Igreja. “Esta é a experiência de uma Igreja que se reúne”, disse a ZENIT o argentino Jaime Cántaro.

“Gosto do Papa Francisco porque ele nos ensina a amar os pobres, porque se queremos chegar a um nível melhor, temos que ajudar os que estão abaixo”, disse Francisco Cabrera, jovem peregrino proveniente dos EUA, e que não pôde participar da última JMJ por motivo de saúde.

A começar pelos cartazes espalhados por toda a cidade, a hospedagem que milhares de cariocas estão dando aos peregrinos, todos os detalhes da organização, os grandíssimos cenários para os eventos principais, também é possível experimentar a hospitalidade generalizada do povo carioca. Como relatou a ZENIT Elizabete, moradora do Rio de Janeiro: “Nós queremos acolher a todos com os braços abertos porque para nós é muito importante ver tanta gente de bem reunida para um evento dessa magnitude”.

Some-se a essa hospitalidade, os 60 mil voluntários de diversos países, 14 mil militares - de acordo com o Ministério da Defesa - e até mesmo os 100 confessionários montados para que os jovens se confessem durante o evento.

A cidade do Rio de Janeiro já está preparada para acolher o Papa Francisco amanhã com os braços abertos do Cristo Redentor, do Povo Brasileiro e dos peregrinos de todo o mundo.