Fátima: Exposição Ser, o segredo do Coração termina amanhã

Próxima exposição exporá o manuscrito da Terceira Parte do Segredo de Fátima. Empréstimo ao Santuário de Fátima foi autorizado em junho pelo Papa Francisco

Fátima, (Zenit.org) Redacao | 457 visitas

Encerra amanhã, 31 de outubro, no Santuário de Fátima, a exposição temporária “Ser, o segredo do Coração”, patente  na zona da Reconciliação da Basílica da Santíssima Trindade e relativa ao 3.º ano da celebração do Centenário das Aparições de Fátima.  

No mesmo local, daqui a um mês, a 30 de novembro, no dia da jornada de abertura do novo ano pastoral, será inaugurada uma nova exposição. Intitular-se-á “Segredo e Revelação” e, de entre as peças de maior valor simbólico, exporá o manuscrito da Terceira Parte do Segredo de Fátima, trazido do Vaticano e nunca antes exposto ao público. 

O anúncio é feito pelo diretor do Museu do Santuário de Fátima e comissário da exposição, Marco Daniel Duarte: “Entre o espólio que integrará os núcleos, estará o manuscrito da Terceira Parte do Segredo de Fátima, revelado em 13 de maio de 2000”.  

“Considerando ser uma das peças fundamentais para o discurso museológico da exposição que tratará as três partes do Segredo de Fátima, o Santuário pediu à Santa Sé que ponderasse o seu empréstimo. O pedido, feito por D. António Marto, foi autorizado pelo Papa Francisco em 10 de junho de 2013”, revela Marco Daniel Duarte. 

O manuscrito pertence ao Arquivo Secreto da Congregação para a Doutrina da Fé, onde deu entrada em 4 de abril de 1957. Em declarações à Sala de Imprensa do Santuário de Fátima, Marco Daniel recorda que “omanuscrito saiu raríssimas vezes do Arquivo Secreto da Congregação para a Doutrina da Fé: a pedido do Papa João Paulo II, na sequência do atentado de que foi vítima em 13 de maio de 1981, e no ano 2000 quando o prefeito da Congregação, como emissário do Papa, veio a Coimbra junto de Lúcia para reconhecimento do manuscrito”.  

A propósito desta mostra que em breve encerra portas, Marco Daniel Duarte destaca que de “entre as peças de maior valia simbólica, encontra-se a escultura do Imaculado Coração de Maria, concebida por José Ferreira Thedim segundo as indicações da vidente Lúcia, que pela primeira vez saiu do Carmelo de Santa Teresa de Coimbra para onde foi esculpida em 1948”.  

Pela primeira vez, estão expostos os manuscritos originais das Memórias da Irmã Lúcia, abertos nos fólios referentes à aparição de junho de 1917. Para quem por estres dias não tem possibilidade de se deslocar a Fátima, recorde-se que, desde o mês de agosto, a exposição “Ser, o Segredo do Coração" pode ser visitada, a partir de qualquer parte do mundo e nas sete línguas oficiais do Santuário de Fátima, através da ligação à Internet, no endereçohttp://serosegredodocoracao.fatima.pt/.   

(Fonte: Santuário de Fátima)