Fátima recebe Encontro Nacional da Pastoral da Saúde

Sob o tema «Boas práticas no serviço à pessoa», de 26 a 29 de novembro

| 952 visitas

FÁTIMA, domingo, 11 de novembro de 2007 (ZENIT.org).- «Boas práticas no serviço à pessoa» é o tema da 20ª edição do Encontro Nacional da Pastoral da Saúde, da iniciativa e organização da Comissão Nacional da Pastoral da Saúde, a realizar no Centro Pastoral Paulo VI, no Santuário de Fátima, de 26 a 29 de novembro de 2007.



A organização do evento destaca, segundo refere o Centro de Comunicação Social do Santuário de Fátima, que o encontro deste ano propõe-se trabalhar para três grandes objetivos.

Preparar as comunidades cristãs para criarem centros de apoio à vida que complementem a ação dos serviços de saúde no campo da educação e da sexualidade e no acompanhamento no tempo da maternidade conseguida; procurar que muitos lares e residências de idosos se convertam em verdadeiros lugares de cuidados continuados; e estabelecer pontes entre as comunidades cristãs e os centros de saúde ou outras unidades de serviço às pessoas são as principais metas do Encontro.

«É necessário que a Igreja adquira novas práticas de intervenção pastoral no que à saúde diz respeito, quer no início da vida, quer no seu termo, sem deixar de criar laços com todas as estruturas que servem, no terreno, as populações», considera o Padre Feytor Pinto, Coordenador da Comissão Nacional da Pastoral da Saúde, na nota de apresentação do 20º Encontro.

Na mensagem aos participantes, D. José Alves, Bispo de Portalegre-Castelo Branco e Presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social, levanta as primeiras interrogações que irão ser objeto de reflexão durante o Encontro.

«Fala-se muito de boas práticas. Em quase todas as áreas de intervenção humana ouvimos falar delas. E, afinal, quais são essas boas práticas, em cada caso concreto? Como se definem? As tradicionais, as últimas a serem implementadas, as mais complicadas, as mais simples, as possíveis em cada caso, as impostas por determinação legal, as mais sofisticadas, as mais conhecidas, as que ainda ninguém usou? Não é fácil encontrar resposta a todas estas questões, mas não podemos deixar de as levantar, quando o objetivo final é o serviço da pessoa humana.»

Programa do Encontro e contactos com a organização em: http://www.pastoraldasaude.pt.