Federação Nacional de Imprensa na Itália fala de jornalismo e religião

Lançado livro de Costa, Merola e Caruso

| 808 visitas

ROMA, quinta-feira, 17 de maio de 2012 (ZENIT.org) - Será oficialmente apresentado na próxima terça-feira, 22, na sede romana da Federação Nacional da Imprensa italiana, o livro Jornalismo e Religião, de Giuseppe Costa, Giuseppe Merola e Luca Caruso, publicado pela Livraria Editora Vaticana.

Participam do evento de lançamento o secretário e o subsecretário-geral da federação, Franco Siddi e Luigi Ronsisvalle, o subsecretário do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, Angelo Scelzo, e o jornalista Armando Torno, do Corriere della Sera.

Os trabalhos serão coordenados por Vania De Luca, jornalista da RaiNews 24. O convite para a apresentação de 22 de maio inclui como anexo o comunicado de imprensa sobre o novo título da editora vaticana e uma breve ficha dos autores.

Ganham vida neste livro sessenta anos de informação sobre o fato religioso na Itália. "Uma leitura articulada de eventos históricos, não apenas eclesiais, do país e do mundo, um quadro de temas, problemas e conceitos que interessam a todo o conjunto da informação religiosa, os personagens, as crônicas, as tensões, as emoções, as perguntas", diz o texto de Angelo Paoluzi que prefacia o volume.

O livro começa com um longo ensaio introdutório sobre a notícia em geral e a notícia religiosa em particular, seguido por uma reconstrução histórica detalhada dos grandes eventos da Igreja desde 1950 até hoje. Abre-se então a antologia de entrevistas e artigos, assinados por 63 jornalistas, vaticanistas vários deles, que ao longo de mais de seis décadas lidaram com temas da fé, da espiritualidade e do mundo vaticano.

São 152 artigos dos quais emerge uma profunda variedade estilística e de pensamento, que denota a riqueza de perspectivas e o interesse suscitado por este campo do jornalismo, proporcionando uma crônica detalhada de eventos e personagens.

Seguem 19 entrevistas com profissionais do jornalismo e da comunicação, italianos e estrangeiros, pertencentes a diferentes gerações e atuantes em diferentes mídias, que narram a sua experiência oferecendo uma paisagem variada de competências e opiniões.

O livro é enriquecido com um ensaio sobre o fotojornalismo religioso, escrito pelo fotógrafo Giovanni Chiaramonte, e traz duas inserções fotográficas. A primeira apresenta uma seleção de primeiras páginas dos jornais sobre a eleição dos papas, de João XXIII a Bento XVI. A segunda é uma série de notícias fotográficas religiosas da agência ANSA e dos arquivos de alguns fotógrafos especializados na área. O volume se encerra com a bibliografia e os índices remissivos de nomes e títulos.

Pela magnitude e pela qualidade, o novo texto da Libreria Editrice Vaticana é único, um verdadeiro manual para as universidades e cursos de comunicação.

Jornalismo e Religião, de acordo com o prefácio dos autores, “é um trabalho destinado a todos os envolvidos ou interessados ​​na comunicação, que se transforma em testemunho do percurso não-linear da notícia religiosa e em estímulo para melhorar o serviço à Verdade por parte daqueles que são chamados a se ocupar desse tipo de jornalismo”.