Feliz aniversário, pe. Georg Ratzinger!

Irmão do papa faz 89 anos

Roma, (Zenit.org) Anita Sanchez Bourdin | 1419 visitas

O pe. Georg Ratzinger acaba de comemorar seu aniversário de 89 anos. O sacerdote, músico e irmão do papa Bento XVI, nasceu em 15 de janeiro de 1924 em Pleiskirchen, na Baviera, Alemanha.

Em 2011, Georg Ratzinger publicou um livro de entrevistas com Michael Hesemann intitulado Mein Bruder, der Papst (Meu irmão, o papa), que lança luz sobre o ambiente autenticamente cristão e visceralmente antinazista da família Ratzinger.

O livro mostra como o pai deles, o comissário de polícia Joseph Ratzinger, conseguiu proteger os filhos e impedi-los de ser obrigados a participar nas atividades da Hitlerjugend (Juventude Hitlerista).

Na introdução da obra, Michael Hesemann se mostra particularmente impressionado com a história da infância, muito significativa neste Ano da Fé, contada pelo irmão mais velho do Papa. Georg mostra "o retrato de uma família que, graças a uma fé viva, resistiu a todas as dificuldades da época, incluindo os males do regime nazista".

Ratzinger-pai lia dois jornais antinazistas, inclusive o Der gerade Weg (O Caminho Reto), cujo diretor, Fritz Gerlich, foi fuzilado sem julgamento no campo de concentração de Dachau, perto de Munique, em 1934, ou seja, bem antes da eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Os relatos vão além. Após a guerra, em 1946, os dois irmãos entraram juntos no seminário de Munique e foram ordenados no mesmo dia, 29 de junho de 1951. Enquanto o futuro papa Bento XVI ganhou logo a reputação de "Menino prodígio da teologia" (Wunderkind der Theologie), o pe. Georg Ratzinger continuou a sua formação musical, tornando-se, em 1957, maestro de coral de Traunstein e, em 1964, diretor do famoso coral de crianças de Regensburg, o Regensburger Domspatzen. Neste cargo, ele permaneceu até a aposentadoria, em 1994. Como diretor dos Domspatzen, o pe. Georg realizou concertos em todo o mundo e inúmeras gravações.

Em 1967, Georg Ratzinger recebeu o título honorífico de "monsenhor", e, em 1993, de "protonotário apostólico".

Ele reside em Regensburg e conversa com o irmão por telefone regularmente. Viaja seguidamente até Roma, seja para concertos, seja para passar algumas semanas com o irmão na residência de verão de Castel Gandolfo, ao sul de Roma.

Curiosidades? No livro, Georg Ratzinger revela a relação espontânea que o irmão papa sempre teve com os animais, desde criança, quando ganhava, por este motivo, bichos de pelúcia de presente.