Férias do Papa de 9 a 27 de julho nos Dolomitas

Onde João Paulo II já havia descansado

| 283 visitas

CIDADE DO VATICANO, domingo, 24 de junho de 2007 (ZENIT.org).- Bento XVI passará suas férias de verão na localidade de Lorenzago di Cadore, na região do Vêneto, no nordeste da Itália, de 9 a 27 de julho, segundo confirmou neste sábado a Sala de Imprensa da Santa Sé.



O Papa ficará alojado na casa construída nos Dolomitas, pertencente à diocese de Treviso, onde seu predecessor, João Paulo II, já havia se alojado em seus ocasiões, entre 1987 e 1998.

A casa, rodeada por um bosque, é utilizada para as férias de verão dos seminaristas e para cursos de formação de jovens. Nestes dias, a casa será equipada com um piano.

No domingo, 15 de julho, ao meio-dia, o Papa rezará a oração mariana do Ângelus no Castelo de Mirabello.

No domingo seguinte, 22 de julho, rezará a mesma oração na praça de Lorenzago di Cadore.

Durante estes dias de férias, o Papa suspenderá as audiências gerais das quartas-feiras 11, 18 e 25 de julho.

Na sexta-feira, 27 de julho, o Santo Padre viajará ao palácio apostólico de Castel Gandolfo. Durante o período de férias ficam suspensas as audiências privadas e especiais.

As audiências gerais voltam a partir da quarta-feira, 1 de agosto.

Nos primeiros anos de pontificado, nos verões de 2005 e 2006, Bento XVI passou suas férias em Les Combes di Introd, no Vale de Aosta, noroeste da Itália, onde o Papa Karol Wojtyla também havia se hospedado em numerosas ocasiões.