Feridas econômicas, provas para a fé

Reflexão anual para o “Labor Day” dos bispos americanos

| 1022 visitas

WASHINGTON, quinta-feira, 1º de setembro de 2011 (ZENIT.org) – A dura realidade do desemprego e da pobreza não é somente um problema econômico, mas também um desafio moral e uma prova de fé, sustentam os bispos dos Estados Unidos.

Dom Stephen Blaire, de Stockton (Califórnia), fez esta afirmação em “Custos humanos e desafios morais de uma economia em crise”, a declaração anual da Conferência Episcopal dos Estados Unidos (USCCB) para o Labor Day, no último dia 24 de agosto.

Para o prelado, que é presidente do Comitê dos Bispos Americanos para a Justiça Interna e o Desenvolvimento Humano, “nossa fé nos dá uma maneira particular de ver esta economia em crise”.

“Dos profetas do Antigo Testamento até o exemplo da Igreja primitiva, registrado no Novo Testamento, aprendemos que Deus cuida dos pobres e dos fracos e mede a fé da comunidade segundo como esta trata os que vivem à margem da sociedade.”

“No período que passou sobre a terra, Jesus nos mostrou a dignidade do trabalho e afirmou que seremos julgados segundo a nossa resposta aos 'últimos'.”

Os cristãos, acrescentou o prelado, “devem estudar com cuidado o que Jesus nos ensinou sobre o uso do dinheiro e da riqueza, sobre o espírito de administração e de desprendimento, sobre a busca da justiça e o cuidado dos necessitados, bem como sobre o chamado à busca e ao serviço do Reino de Deus”.

“Baseando-se nestes valores da Escritura, nossa Igreja se centrou no trabalho, nos trabalhadores e na justiça econômica, em uma série de encíclicas papais, começando pela Rerum Novarum.”

O documento prossegue destacando a visão da Igreja com relação ao trabalho, à união dos trabalhadores e à solidariedade com os pobres.

“Para os cristãos, não é suficiente reconhecer as dificuldades atuais – destacou Dom Blaire. Somos pessoas de esperança, comprometidas com a oração, para ajudar todos os que enfrentam tempos difíceis e trabalhar com os outros para construir uma economia melhor.”

“Nossa fé nos dá força, direção e confiança nestas terras”, concluiu.

O texto completo da declaração está disponível em www.usccb.org/about/domestic-social-development/upload/Labor-Day-2011.pdf.