Festa de Santo Estêvão: o papa escreve aos húngaros

Em mensagem ao presidente Ader, Francisco exorta o povo da Hungria a seguir o exemplo do seu padroeiro para construir "um futuro de paz e de fraternidade"

Roma, (Zenit.org) | 464 visitas

Conforme a tradição, o cardeal Peter Erdo, primaz da Hungria, preside na praça em frente à basílica de Santo Estevão, em Budapeste, a missa solene da festa litúrgica do padroeiro do país, o primeiro rei e evangelizador húngaro, canonizado em 1083 pelo papa Gregório VII.

Neste ano, o papa Francisco se uniu aos húngaros na celebração mediante uma mensagem enviada ao presidente da nação, Janos Ader. No texto, Francisco exorta os fiéis a encontrar no "patrimônio humano e espiritual" de Santo Estêvão os "recursos morais necessários para construir um futuro de paz e de fraternidade".