Festa do padroeiro do Rio de Janeiro celebrada também na Basílica de São Pedro

Padres do Comitê Organizador local da JMJ Rio 2013 celebram Missa na capela dedicada a São Sebastião junto ao túmulo do Beato João Paulo II

Roma, (Zenit.org) Maria Emilia Marega Pacheco | 986 visitas

Padres do Comitê Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 celebraram a Eucaristia na Basílica de São Pedro no domingo (20), por ocasião da festa de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, que tem também como nome São Sebastião do Rio de Janeiro.

A celebração aconteceu na capela dedicada a São Sebastião, onde o Beato João Paulo II está sepultado. “Nada coincidência, tudo providência”, comentou Padre Arnaldo Rodrigues, da Comissão de Pastoral e Liturgia da JMJ Rio 2013.

Em 1984 durante um encontro internacional com os jovens em Roma o então Papa João Paulo II entregou uma grande cruz de madeira, que se chamaria mais tarde a “Cruz da Jornada Mundial da Juventude”. Depois, em 1985, foi anunciado que as Jornadas Mundiais da Juventude passariam a realizar-se periodicamente.

São Sebastião e o Beato João Paulo II estão na lista dos Patronos e Intercessores da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, assim como Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Santo Antônio de Santana Galvão, Santa Teresa de Liseux, Santa Rosa de Lima, Beato Pier Giorgio Frassati, Beata Chiara Luce Badano,Beato Federico Ozanam, Beato Adílio Daronch, Santa Teresa de Los Andes, Beato José de Anchieta, Beato Isidoro Bakanja, Beata irmã Dulce, São Jorge, Beata Laura Vicuña, Santo André Kim e seus companheiros e  Beata Albertina Berkenbrock.

Celebraram a Eucaristia os Bispos Auxiliares do Rio de Janeiro Dom Antonio Augusto e Dom Paulo Cezar; os sacerdotes do COL, Pe Leandro, Pe Marcio, Monsenhor Joel Amado; Pe João Wilkes que colabora com o Pontifício Conselho para os Leigos e alguns padres do Rio de Janeiro que estudam em Roma.

Para padre Arnaldo foi um “momento de graças abundantes, um momento de comunhão com a Igreja no Rio de Janeiro e com todas as paróquias do Brasil que celebram São Sebastião”. “Nós celebramos e comungamos reunidos na mesma mesa da Eucaristia”, mostrando esta universalidade que é a Igreja.