Floreria apostólica: uma atividade exigente, que requer "espirito de sacrifício e muita penitência"

O Papa se encontra com o setor responsável pela preparação logística das audiências e celebrações no Vaticano

Roma, (Zenit.org) Redacao | 358 visitas

Continuam as Audiências do Papa Francisco com os funcionários do Vaticano. Hoje, foi a vez da Floreria Apostólica, ou o setor do Vaticano que lida principalmente com a "preparação logística das audiências e celebrações na Basílica do Vaticano, Praça de São Pedro, sala Paulo VI, no Palácio Apostólico e outras Basílicas papais", explicou o próprio Pontífice.

Tarefa não muito fácil, de fato, Francisco expressou sua gratidão pessoal aos funcionários pelo “cuidado, profissionalismo e disponibilidade" com que essa missão é realizada. O Papa recordou aos funcionários que "a organização dos ambientes para os vários encontros do Papa com os peregrinos, bem como para as diversas atividades da Santa Sé "é um trabalho "indispensável”, para proporcionar ambientes acolhedores e funcionais.

Os serviços prestados pela Floreria são variados, vão desde a manutenção ordinária das dependências vaticanas, até "a operação de organizar, todas as semanas, milhares de cadeiras para os peregrinos" que participam das Audiências Gerais. Além disso, a equipe também está envolvida nos vários trabalhos de tapeçaria, costura, carpintaria, restauro e douramento. Atividade exigente que "requer espirito de sacrifício e muita penitência”, destacou o Papa.

Papa Francisco, por fim, encorajou "a perseverar na fidelidade às tarefas” e a manter entre eles um “clima de serenidade, de confiança mútua e de benevolência". "Este estilo de vida e de trabalho - concluiu – será revertido em benefício de toda a comunidade dos funcionários do Vaticano".

(MEM)