Francisco: a vivacidade do Espírito Santo

Declaração de Maria Voce, presidente dos Focolares sobre o novo Papa

Brasília, (Zenit.org) | 739 visitas

Maria Voce, primeira focolarina na sucessão da fundadora, Chiara Lubich, enviou a mensage a seguir sobre a eleição no novo Papa, publicada no site oficial do movimento dos focolares_

***

«Junto com toda a Igreja, estou realmente feliz por este momento que faz constatar a vitalidade da Igreja e o vigor do Espírito Santo que encontra sempre uma maneira de surpreender.

Além da surpresa. porque não era um dos cardeais mencionados, existe a alegria em pensar que também este é um sinal de novidade, para a Igreja de hoje, que, parece-me, está vivendo um momento especial, iniciado com a renúncia de Bento XVI ao ministério de bispo de Roma, e por este novo papa, que suscitou uma repercussão extraordinária no mundo inteiro.

Muito significativa a escolha do nome Francisco, que a meu ver expressa o desejo de um retorno ao radicalismo do Evangelho, a uma vida sóbria, a uma grande atenção pela humanidade e por todas as religiões.

Além disso, acho importante salientar que foi um jesuíta a escolher o nome Francisco, o que para mim representa uma abertura aos carismas, a todos os carismas, significa reconhecer e valorizar tudo o que existe de bom em cada um deles.

Fiquei profundamente impressionada pelo seu estilo simples, familiar, quando apareceu pela primeira vez no balcão: parecia tocar o coração dos homens, das mulheres e das crianças presentes. Acredito que neste momento nos quais existem graves sofrimentos na humanidade, é necessário alguém capaz de tocar os corações e fazer com que todos sintam a alegria de ter um pai e um irmão que os quer bem».

 Maria Voce, presidente do Movimento dos  Focolares