Francisco aos líderes religiosos: somos e caminhamos como irmãos

No quinto e último dia da viagem apostólica para a Coréia, o Papa se reuniu com os líderes de diferentes confissões e religiões

Roma, (Zenit.org) Rocio Lancho García | 303 visitas

O Santo Padre Francisco começou seu último dia de viagem apostólica à Coréia com uma breve reunião com os líderes coreanos de diferentes confissões e religiões. O Papa chegou à Catedral de Myeongdong por volta das 9h, hora local, e foi recebido pelo Reitor na frente do prédio da velha Cúria. Ali, em uma sala, cumprimentou os outros líderes religiosos. Francisco, muito sorridente, deu a mão para cada um deles, trocou umas breves palavras e recebeu alguns presentes.

Por fim, o Santo Padre dirigiu-lhes algumas palavras de forma improvisada, em espanhol, enquanto era traduzido para o coreano por um sacerdote que estava com ele. "A vida é uma estrada, uma longa estrada, mas um caminho que não se pode caminha sozinho, é necessário caminhar com os irmãos na presença de Deus”, começou o Papa. Da mesma forma lhes agradeceu “este gesto de caminhar juntos na presença de Deus, que foi o que Deus pediu à Abraão”. E assim, reconheceu que “somos irmãos, nos reconhecemos como irmãos, caminhamos. Que Deus nos abençoe e, por favor, peço-lhes que rezem por mim”.

Para concluir o encontro, tiraram um foto em grupo e o Santo Padre se despediu.