Francisco: "Proteger a vida com coragem e amor em todas as suas fases"

O Santo Padre recebe o Movimento Italiano pela Vida e indica que o direito à vida não pode estar sujeito a nenhuma condição

Roma, (Zenit.org) Redacao | 400 visitas

O Papa Francisco recebeu esta manhã o Movimento italiano pela Vida. Nas palavras que lhes dirigiu, o Santo Padre afirmou que a vida humana é sagrada e inviolável, e que os direitos civis se baseiam no reconhecimento do direito fundamental à vida, “que não está subordinado a nenhuma condição, nem qualitativa, nem econômica, nem ideológica”.

Da mesma forma o Papa lembrou que é preciso confirmar a mais forte oposição a qualquer atentado contra a vida, especialmente inocente e indefesa; destacando  que o feto no seio materno é o inocente por antonomásia.

Por fim, afirmou que o cristão deve proteger a vida com coragem e amor em todas as suas fases. No final do discurso, Francisco pediu às mães presentes que se as crianças começassem a chorar de fome, não hesitassem em alimentá-las.

O Movimento pela Vida é uma associação italiana que no seu estatuto propõe “promover e defender o direito à vida e à dignidade de cada homem, desde a concepção até a morte natural, favorecendo uma cultura da acolhida com relação aos mais fracos e indefesos e, em primeiro lugar, aos nascituros”. O atual presidente é Carlo Casini, um dos fundadores de Ciência e Vida.

[Trad.TS]