Gratidão dos palestinos com a Santa Sé

Durante as negociações bilaterais em Ramallah, os representantes da OLP agradeceram pelos 100.000 euros recebidos do Vaticano para a restauração da Basílica da Natividade

Roma, (Zenit.org) | 865 visitas

Como resultado das negociações bilaterais que aconteceram nos anos passados com a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), houve um encontro oficial ontem em Ramallah, no Ministério dos Assuntos exteriores do Estado da Palestina.

As negociações foram conduzidas por Riad Al-Malki, Ministro das Relações Exteriores do Estado da Palestina, e por Mons. Ettore Balestrero, Sub-Secretário para as Relações da Santa Sé com os Estados.

De acordo com um comunicado de imprensa da Santa Sé, as partes "tiveram uma troca de opinião sobre o projeto em questão, em particular sobre o preâmbulo e o capítulo I do acordo". As conversas aconteceram "em um clima aberto e amigável, expressão das boas relações existentes entre a Santa Sé e o Estado da Palestina."

As delegações expressaram o desejo de que  “as negociações se acelerem e cheguem a uma rápida conclusão. Concordou-se que se reunirá um grupo técnico conjunto para dar seguimento”, continua a nota.

A delegação palestina também manifestou "gratidão pela contribuição da Santa Sé de €100.000 euros para a restauração do telhado da Basílica da Natividade em Belém".

A delegação da Santa Sé estava composta por Mons. Giuseppe Lazzarotto, Delegado Apostólico em Jerusalém e Palestina; Mons. Antonio Franco, Núncio Apostólico; Mons. Selim Sayegh, Bispo auxiliar emérito do Patriarcado Latino de Jerusalém; Mons. Maurizio Malvestiti, subsecretário da Congregação para as Igrejas Orientais; Mons. Alberto Ortega Martín, conselheiro na Seção para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado; Mons. Waldemar Stanislaw Sommertag, conselheiro da Delegação Apostólica em Jerusalém e na Palestina; Rev. Emil Salayta, presidente do Tribunal Eclesiástico do Patriarcado Latino;  Pe. Pietro Felet, SCJ, Secretário Geral da AOCTS; Pe. Ibrahim Faltas, OFM, administrador da Custódia da Terra Santa; Sami E. Shehadeh, advogado.

A delegação do Estado da Palestina estava composta por Hanna Amira, membro do Comitê Executivo da OLP; o ministro Ziad Al-Bandak, assessor do presidente palestino para as relações com os cristãos; Issa Kssasieh, Vice do departamento da O.L.P. para as negociações; o Embaixador Rawan Sulaiman, Ministro adjunto dos Assuntos Exteriores; Ammar M. Hijazi, assessor do comitê Político; o embaixador Amal Jadou, Ministro adjunto para os Assuntos Europeus.