Grupo missionário dos EUA completa 100 anos

Missionários de Maryknoll festejam na China

| 835 visitas

NOVA YORK, domingo, 10 de julho de 2011 (ZENIT.org) – A primeira organização missionária dos EUA celebra seu 100º aniversário, com festividades na China, seu primeiro território missionário.

A Sociedade para as Missões Exteriores dos Estados Unidos da América foi criada no dia 29 de junho de 1911. Os membros são conhecidos como missionários de Maryknoll.

A agência Fides informou de uma série de eventos na China, organizados para celebrar o centenário.

A sociedade Maryknoll foi fundada pelo padre James Anthony Walsh e pelo padre Thomas Frederick Price em 1911 em Nova York, e foi aprovada por Propaganda Fide a 29 de junho desse ano.

Cerca de seis anos depois, o padre Walsh foi para a China, para verificar as possibilidades de estabelecer ali um grupo missionário. Em 1918, o primeiro grupo formado por quatro missionários foi para o país asiático.

Nos anos seguintes, a Santa Sé encomendou cinco dioceses aos missionários de Maryknoll.

Quando os comunistas chegaram ao poder, os missionários que não foram presos foram expulsos da China e desterrados da província de Taiwan.

A Sociedade Missionária de Maryknoll tem atualmente um pouco mais de 30 casas, com 550 membros, entre sacerdotes e religiosos, ativos na África, América, Ásia e Europa. A sede principal está em Nova York.