"Há cinco décadas, um centro de qualidade inquestionável"

Cardeal Scola recebe o Santo Padre na Universidade Católica de Roma

| 723 visitas

ROMA, sexta-feira, 4 de maio de 2012 (ZENIT.org) – Reproduzimos o discurso de boas-vindas ao papa pronunciado pelo cardeal Angelo Scola, arcebispo de Milão e presidente do Instituto Toniolo de Estudos Superiores, órgão que controla a Universidade Católica do Sagrado Coração. A visita do Santo Padre à sede romana aconteceu no 50º aniversário da Faculdade de Medicina e Cirurgia, que traz o nome do fundador, padre Agostino Gemelli.

Beatíssimo Padre,

Em 6 de fevereiro de 1920, quando o padre Agostino Gemelli criou o instituto superior do qual nasceria a Universidade Católica, resolveu batizá-lo de Giuseppe Toniolo.

O Instituto Toniolo, ao longo de todos estes anos e até hoje, mantém o seu papel de garante moral de toda a universidade. Por uma coincidência providencial, celebramos hoje, com a presença extraordinária de Vossa Santidade, o 50º aniversário da Faculdade de Medicina e Cirurgia Agostino Gemelli, apenas alguns dias depois da beatificação de Giuseppe Toniolo. Nele, como dizia o padre Gemelli, "a Universidade Católica considera e venera o homem que, mais do que qualquer outro, promoveu e preparou eficazmente, com quarenta anos de apostolado, a fundação da nossa universidade".

A Faculdade de Medicina e Cirurgia, com o hospital policlínico, "sonho da alma" do padre Gemelli, representa há cinco décadas um centro de qualidade inquestionável em perfil profissional e pesquisa, baseado no humanismo cristão. Não é pouca a excelência internacional cultivada nesta obra.

Beatíssimo Padre, em nome de todos os membros da Comissão Permanente, posso garantir que o Instituto Toniolo pretende intensificar o seu trabalho de servir à universidade na esteira da vida e da obra do beato que, no ângelus deste domingo passado, Vossa Santidade definiu como um apaixonado servidor da comunhão na Igreja.

Desta comunhão, grande dom concedido em Cristo Jesus, nosso Senhor, pela Santíssima Trindade para toda a humanidade, têm necessidade mais do que nunca os cristãos da Europa. A esta comunhão, atenta a todas as dimensões do humano e, portanto, voltada a ampliar a razão como Vossa Santidade nos pede há tempo, devem explicitamente se dedicar aqueles que trabalham na universidade.

Esta, que nasceu no Ocidente do solo fértil da experiência da Igreja, foi concebida como uma communitas docentium et studentium. A longa experiência universitária de Vossa Santidade, de que nunca deixamos de nos beneficiar através do seu magistério e muito especialmente da sua busca apaixonada por Jesus de Nazaré, será um incentivo ao trabalho científico e cultural que se realiza na Universidade Católica do Sagrado Coração nesta época confusa, mas fascinante, que vem marcando a transição para o novo milênio.

Será assim especialmente aqui, na Faculdade de Medicina e Cirurgia Agostino Gemelli, e no hospital policlínico, onde aqueles que cuidam do sofrimento humano e se confrontam com a morte são chamados a documentar todo dia que a caridade "credencia a verdade" (Caritas in veritate, 2).

Obrigado, Santidade, pela sua quinta visita a esta sede, sinal de privilegiada predileção, que se torna razão mais forte de responsabilidade para cada um de nós.