"Hora da Vida" quer contribuir para o momento histórico de celebrações da Igreja

Mensagem de Dom Antonio Augusto Dias Duarte da Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família

| 1199 visitas

BRASÍLIA, terça-feira, 24 de julho de 2012(ZENIT.org)- “Hora da Vida”, nova publicação da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, que vem somar-se ao “Hora da Família”, quer ser um subsídio que contribua para o momento histórico de celebrações que a Igreja Católica vive em todo mundo.

O jubileu de ouro do começo do Concílio Vaticano II e os vinte anos da primeira edição do Catecismo da Igreja Católica foram marcados, por decisão do Santo Padre Bento XVI, pelo Ano da Fé (11.X.2012 a 24.XI.2013).

A profunda crise de fé que abala grandes setores da sociedade traz consigo um grande desafio para a família cristã, verdadeiro e único berço da vida. O homem e a mulher casados são cada vez mais chamados nos seus lares e no mundo no qual vivem a trabalhar com responsabilidade e com forte sentido de compromisso, em favor da promoção e da defesa da vida humana em todas as suas etapas de formação, de crescimento e desenvolvimento, de enfermidade e de morte.

O papel da Igreja Católica sempre foi e sempre será de custódia e de transmissora da Revelação Divina, e ao lado da família e alicerçada sobre a sua pedra fundamental, que é o Papa, continua cumprindo, com fidelidade e com coragem, o mandato imperativo do seu Fundador, Jesus Cristo. “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28, 19)

Nessa hora da vida ameaçada por hábitos e comportamentos de risco, tais como as drogas, pelas ideologias partidárias e institucionais que promovem o aborto e a eutanásia, pela desconstrução da qualidade de vida etc., desde a Igreja Católica e desde a família devem surgir discípulos-missionários, que irão atuar em associações familiares, em Conselhos de Saúde, em trabalhos de voluntariado, em programas de formação da sexualidade digna e da paternidade e maternidade responsáveis, em grupos de cuidados paliativos etc...

Chegou o “Hora da Vida” e este subsídio ajudará o trabalho em favor da vida humana. Desejo que ele chegue às mãos dos esposos e dos pais, dos jovens e dos adultos, para que todos unidos vivam com fé e esperança a Semana Nacional da Vida no próximo mês de outubro de 2012.

Brasília, 24 de julho de 2012

Dom Antonio Augusto Dias Duarte

Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e membro da Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família - CNBB