Hospitalários e cistercienses oferecem «férias alternativas» aos jovens

| 735 visitas

MADRI, sexta-feira, 3 de junho de 2005 (ZENIT.org-Veritas).- Como todos os anos, os Irmãos Hospitalários de São João de Deus organizaram para este verão diversos campos de trabalho para que os jovens tenham ocasião de compartilhar seu tempo livre com pessoas com transtornos mentais, crianças com necessidades especiais, transeuntes e toxicômanos, deficientes e anciãos.



O slogan deste verão é «Chegou tua hora de perder o tempo», que o irmão Juan Antonio Diego, da Província de Castilla, explicou a Veritas desta maneira: «Queremos dizer aos jovens: é hora de que percas o tempo; estamos tão acostumados a tirar rendimento de tudo, que nossa proposta é “perder o tempo” para ganhar muito».

Recordando o conselho de São João de Deus a seus filhos espirituais, o irmão Diego repete: «Irmãos, fazei-vos bem a vós mesmos, fazendo-o aos demais». Dedicar um verão aos demais permite, segundo os irmãos de São João de Deus, comprovar que «fazer algo por alguém nos faz melhores».

Além dos campos de trabalho «tradicionais», que acontecerão em Barcelona, Sevilha, Valência, Palencia, Málaga e Madri, os Irmãos de São João de Deus proporão este ano pela primeira vez uma experiência de oração junto aos monges cistercienses de Sobrado dos Monges (La Coruña), de 27 de junho a 2 de julho.

A idéia surgiu quando vários Irmãos de São João de Deus que faziam exercícios espirituais com estes monges pensaram que alguns jovens se animavam a «fazer uma experiência de oração junto a nós».

A experiência consiste em que os jovens e os Irmãos de São João de Deus compartilham com os monges cistercienses seu ritmo de oração e a Eucaristia, e dedicarão o tempo que os monges ocupam no trabalho a encontros de reflexão, sobretudo sobre sua vida pessoal.

O irmão Diego destaca a peculiaridade deste encontro no qual se une «a vida ativa dos Irmãos de São João de Deus com a vida mais contemplativa dos monges cistercienses». Em todo caso, trata-se, segundo o religioso, de «ajudar o povo a encontrar sentido a sua vida e estar em contato com Deus, tanto desde a ação como desde a contemplação».

Outra novidade nas propostas dos Irmãos de São João de Deus para este verão é a «experiência de Deus junto aos sem-teto», que acontecerá no Albergue São João de Deus, de Madri de 11 a 21 de julho. Trata-se de um centro de acolhida de transeuntes, no qual o trabalho com estas pessoas se enfocará desde a parábola do Bom Samaritano.

«É um campo de trabalho no qual se verá como sair ao encontro destas pessoas desde uma passagem concreta do Evangelho; possivelmente tenhamos também um ou dois encontros de oração com os transeuntes», explica o irmão Diego.

«Depois de muita rodagem em campos de trabalho, vamos vendo que o primeiro gancho é ajudar pessoas enfermas ou marginalizadas; mas logo em um segundo momento, muito nos pedem viver desde aí uma experiência de fé mais forte».

A idéia desta experiência de Deus com os sem-teto responde à convicção dos Irmãos de que, ainda que «não temos a varinha mágica, pomos os meios»; o irmão Diego acrescenta que «se alguém pára e observa, encontra com Deus rapidamente».

Salvo no caso da experiência com os monges cistercienses, onde a verba se destina a pagar a hospedaria, os irmãos de São João de Deus dedicam o arrecadado nos campos de trabalho a financiar cada ano um projeto no terceiro mundo, porque querem dar a estas atividades «uma transcendência mais além do verão».

Mais informações:
www.animah.org.
www.hsjd.es.
www.sanjuandedios-oh.es.