Igreja de Belém celebra aniversário sacerdotal de Dom Vicente Zico

Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Belém completou na segunda-feira, 22, seus 62 anos de ordenação sacerdotal

| 955 visitas

Por Alan de Jesus

BELÉM DO PARÁ, terça-feira, 23 de outubro de 2012 (ZENIT.org) - A vocação surgiu em solo mineiro, foi confirmada em Roma e é vivida hoje na capital paraense. Com 85 anos, o Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Belém, Dom Vicente Zico, completou na segunda-feira, 22, seus 62 anos de ordenação sacerdotal. A missa, na Basílica Santuário de Nazaré, às 18 horas, foi presidida pelo próprio sacerdote, que este ano completou 31 anos de episcopado. Fiéis, sacerdotes, bispos e autoridades prestaram suas homenagens a esse homem que já marcou a história da Igreja católica na Amazônia.                     

"É uma glória para mim ter sido consagrado bispo por ele, que é bem-aventurado. Estive muitas vezes com ele, e sempre o admirei. Peço que hoje ele olhe por mim e me ajude sempre a realizar minha vida sacerdotal", afirmou Dom Vicente, em homilia, ao lembrar de quando foi sagrado Bispo na Basílica de São Pedro, dia 6 de janeiro de 1981, pelo próprio Papa, à época João Paulo II.

Depois que foi consagrado bispo, dom Vicente Zico foi enviado por João Paulo II a Belém, com a missão de atuar como arcebispo coadjutor, com direito a sucessão. Dom Vicente está na capital paraense desde 1981, sendo nomeado 8º Arcebispo de Belém em 4 de julho de 1990, sucedendo Dom Alberto Ramos.

Hoje, Dom Vicente é Arcebispo Emérito, com renúncia aceita no dia 13 de outubro de 2004, quando o Santo Papa João Paulo II nomeou o seu substituto que tomou posse no dia 8 de dezembro de 2004. "Pensei que depois de emérito viria a inação, a inatividade. Mas pelo contrário, vejo-me ainda intensamente na atividade, embora reduzida, faço o que eu posso para exercer meu ministério sacerdotal", explica.

DOM VICENTE

Vinte e sete de janeiro de 1927. Nessa data, nascia o homem que entraria para a história da Igreja de Belém: Dom Vicente Zico. O Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Belém, nasceu em Luz, Minas Gerais. Em 1981, o mineiro trocou a cidade de Nossa Senhora da Luz pela cidade das mangueiras, e hoje se considera paraense.

A decisão pelos votos perpétuos veio aos 18 anos de idade, o que, futuramente, resultou em sua ordenação sacerdotal, aos 23 anos. Ingressou no mesmo Seminário que os irmãos, e conviveram durante anos, em Caraça, MG. Depois de terminar a temporada no Seminário Menor, passou para o Seminário Maior, onde estudou, durante oito anos, Filosofia e Teologia.

Por oito anos foi o Bispo Responsável pela Dimensão Missionária da CNBB.  Foi, também, Presidente do Regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e conselheiro da Pontifícia Comissão para a América Latina.