Igreja na Colômbia impulsiona iniciativas de paz no país

Próxima celebração do IV Congresso de Reconciliação e da Semana pela Paz 2008

| 1356 visitas

BOGOTÁ, quinta-feira, 21 de agosto de 2008 (ZENIT.org).- A Igreja na Colômbia realizará nas próximas semanas duas iniciativas no âmbito nacional para promover a paz e a reconciliação no país, das quais participarão também membros da sociedade civil.

Nos próximos dias 25, 26 e 27 de agosto será celebrado, no Centro de Convenções Compensar de Bogotá, o IV Congresso Nacional de Reconciliação, convocado pela Conferência Episcopal da Colômbia.

O objetivo do Congresso, que tem como tema «O desenvolvimento é o novo nome da paz», é aprofundar na importância do desenvolvimento integral da pessoa para a conseqüência da paz, à luz dos ensinamentos da Populorum progressio de Paulo VI, que completa 40 anos.

Nele está previsto que participem, além dos bispos, representantes da Cáritas e ONGs, tanto nacionais como internacionais, religiosos e agentes de pastoral social, representantes do governo nacional e local, de universidades e do mundo empresarial, e também membros de outras confissões religiosas.

Para preparar este congresso, celebraram-se nos meses de maio e junho outros 10 «pré-congressos» regionais em todo o país. Os organizadores esperam que este congresso suponha «um evento de reflexão e alto impacto para o país».

«No Congresso se examinará desde uma dimensão integral o conceito do desenvolvimento e seu estado atual na Colômbia», e também se apresentarão «algumas das experiências de mais êxito de desenvolvimento e paz que estão se realizando em nosso país», acrescentam.

Semana pela Paz

Posteriormente, entre 7 e 14 de setembro, se celebrará a Semana pela Paz 2008, com o lema «Para a paz, vida digna, desenvolvimento e dignidade», impulsionada pela Comissão Episcopal de Pastoral Social colombiana.

Esta semana, que se celebra cada ano desde 1988, gira em torno da celebração, no dia 9, do Dia Nacional dos Direitos Humanos.

Durante a apresentação da Semana, em 14 de agosto passado, na sede da Conferência Episcopal, Dom Jaime Prieto Amaya, bispo de Barrancabermeja e presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social, afirmou que o desenvolvimento «é necessário para uma verdadeira paz na Colômbia».

«A paz e o desenvolvimento integral não se conseguem sem o respeito e a articulação dos direitos, e entre eles o mais importante: o direito a uma vida digna», acrescenta.

Outro dos expoentes na apresentação, Héctor Fabio Henao Gaviria, diretor do SNPS/Cáritas Colombiana, explicou que para a consecução da paz é fundamental «que o estado social de direito seja o contexto para construí-la», como também o «acompanhamento das vítimas da violência».

Mais informação em: www.cec.org.co