II Congresso Latino-Americano de Movimentos Eclesiais e Novas Comunidades

| 511 visitas

BOGOTÁ, quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 (ZENIT.org-El Observador).- Organizado pelo Departamento de Comunhão Eclesial e Diálogo do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), começa nesta quinta-feira o II Congresso de Movimentos Eclesiais e Novas Comunidades da América Latina e Caribe.

Convocado através do responsável pela Seção de Movimentos Eclesiais e Novas Comunidades do CELAM, Dom José Francisco Ulloa Rojas, bispo responsável das Conferências Episcopais da Comissão de Movimentos, sacerdotes e um grupo de delegados de 35 movimentos da América Latina e do Caribe se reúnem até 2 de março, na Casa de Encontros São Pedro Claver, da Cidade de Bogotá, Colômbia.

No evento, participam o Pontifício Conselho para os Leigos e a Comissão para América Latina, assim como membros do CELAM, com a idéia de fundo de dar seguimento a estas novas realidades na América Latina e Caribe, onde se desenvolveram de diversas formas, dando um dinamismo inusitado à Igreja Católica do subcontinente.

O lema do encontro, «Movimentos eclesiais e novas comunidades, discípulos e missionários de Jesus, luz do mundo», convida precisamente a aprofundar sobre o ser e a fazer do discípulo um missionário, chamado a ser luz do mundo, segundo as conclusões da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, celebrada em maio passado em Aparecida (Brasil).

Durante o desenvolvimento do congresso, serão abordados três temas fundamentais: «O acontecimento de Aparecida e os movimentos eclesiais», por Guzmán Carriquiry Lecour, subsecretário do Pontifício Conselho para os Leigos; «Apresentação do processo da Missão Continental», por Dom Miguel Cabrejos Vidarte O.F.M., presidente do Departamento de Missão e Espiritualidade do CELAM, presidente da Conferência Episcopal Peruana; e «Itinerário pedagógico para formar discípulos missionários, segundo o ‘Documento Aparecida’ nos movimentos», guiado por Dom Filippo Santoro, bispo de Petrópolis (Brasil).

Também um grupo especializado abordará o tema «Missão Continental, participação e integração dos movimentos eclesiais e novas comunidades», no qual se pretende adequar as indicações do «Documento de Aparecida» à missão continental que o CELAM busca, que é fazer do continente um continente da esperança, do amor, da justiça e da paz.