II Congresso Nacional: O Princípio da fraternidade no Direito: instrumento de transformação social

Nos dias 25, 26 e 27 de Janeiro de 2013 no Centro Mariápolis Ginetta em Vargem Grande Paulista (SP)

São Paulo, (Zenit.org) | 1067 visitas

Nos dias 25, 26 e 27 de Janeiro de 2013 será realizado o II Congresso Nacional no Centro Mariápolis Ginetta em Vargem Grande Paulista (SP), com o tema “O Princípio da fraternidade no Direito: instrumento de transformação social”.

O Congresso é promovido por Direito e Fraternidade, do Movimento dos Focolares com o apoio do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ministério Público do Estado de São Paulo, Escola Paulista de Magistratura, Escola Superior do Ministério Público, Escola da Defensoria Pública do Estado, Associação Paulista do Ministério Público, Comissão Justiça e Paz, Ordem dos Advogados do Brasil/SP

Segundo comunicado enviado a ZENIT, o II Congresso Nacional de Direito e Fraternidade, reunirá professores, alunos, personalidades da magistratura, advogados, promotores de Justiça e todos os operadores do direito, interessados neste contexto de aprofundar uma proposta inovadora:  colocar em prática o “Princípio da fraternidade no Direito” como “instrumento de transformação social”.

O procurador da Justiça do Ministério Público de São Paulo e Coordenador nacional de “Direitos e Fraternidade”, Munir Cury, afirmou: “Diante da crescente onda de violência, do fenômeno da corrupção, de muitos conflitos sociais, está surgindo, não somente no Brasil, a necessidade de um novo enfoque, de uma transformação do direito. Não poucos são os sinais que já se apresentam”.

"Direito e Fraternidade" éuma rede que reúne estudiosos e profissionais  em diferentes áreas do Direito dos diversos Estados Brasileiro.  Faz parte darede internacional "Comunione e Diritto”. Tem em comum o compromisso de aplicar a categoria da fraternidade para desenvolver e disseminar uma nova cultura juridica. Promove e apoia as mais diversas iniciativas baseadas no relacionamento fraterno entre operadores do Direito e entre mundos jurídico e sociedade civil. Dá suporte à formação das consciências. 

O grupo nasceu em 2001 como resultado de uma intuição di Chiara Lubich (1920-2008), fundadora do Movimento dos Focolares,  Prêmio Unesco Educação para a Paz 1996, que deu inicio ao desenvolvimento da “cultura da unidade” e da fraternidade universal nos mais diversos âmbitos de conhecimento, do direito à política (Movimento politico para unidade), da economia (Economia de Comunhao) à comunicacao, saude, pedagogia, ecologia, arte.

O Movimento dos Focolares, nasceu no âmbito do cristianismo em Trento, na Italia, 70 anos atras, no 1943. Tem como objetivo contribuir a unidade da família humana na fraternidade universal. Atualmente está difundido em 180 nações e com mais de duas milhões de pessoas de differentes religioes, de boa vontade, de várias categorias sociais e edade.  Reconhecimentos à Chiara Lubich: Congresso Nacional em Brasília (07.12.2012)- Ordem do Cruzeiro do Sul, do Presidente da República Fernando Henrique Cardoso – 1998 - Prêmio Conselho da Europa Direitos Humanos 1998 - Prêmio Unesco Educação para a Paz 1996.

Para maiores informações:

www.direitoefraternidade.blogspot.br

http://comunionediritto.org/br/ 

Facebook: direitoefraternidade

www.focolares.org.br – site internacional: www.focolare.org/pt