Il Volo: Premiado Trio fala a ZENIT sobre fé, família, papa Francisco

"Um Sonho nosso seria cantar para o Papa" afirma o jovem trio musical

Roma, (Zenit.org) Deborah Castellano Lubov | 565 visitas

Um grupo musical internacionalmente premiado, que ganhou o reconhecimento de alguns dos cantores mais famosos do mundo compartilhou com ZENIT detalhes, muitas vezes, não abordados em entrevistas.

O trio italiano, Piero Barone, Ignazio Boschetto e Gianluca Ginoble – jovens ainda na casa dos 20 anos - cantou com Placido Domingo, se apresentou com Barbra Streisand, em Nova York no Rockefeller Center e no Radio City Music Hall, e, mais recentemente, ganhou o Latin Billboard Award 2014 como Melhor Artista do Ano, Duo ou Grupo.

Chamado “Il Volo", eles têm percorrido todo o mundo: América do Norte, América do Sul e Europa. O produtor executivo do trio é Michele Torpedine que descobriu e foi empresário de Andrea Bocelli.

Nesta entrevista exclusiva concedida à Zenit, em Roma, os membros do trio pop italiano falou sobre a final da Copa do Mundo em um contexto de "Papa contra ex-papa" e sobre o encontro com o Papa Francisco.

Além disso, eles refletiram abertamente sobre como suas famílias e a fé estão conectados com a fama.

ZENIT: Vocês são católicos?

Todos: Sim, claro.  

Piero: Fomos criados na religião católica. Nossas famílias e nossos pais sempre nos ensinaram e nos levaram para a Igreja. Por isso, vamos à igreja aos domingos, mas rezamos todos os dias.

ZENIT: A fé ocupa algum lugar no trabalho de vocês?

Todos: Sim ... absolutamente ... Claro.

Gianluca: Há uma grande citação: "Quem canta, reza duas vezes"

Ignazio: Isso é meu

Gianluca: Isso é do Ignazio

Ignazio: Eu acho que rezar pode dar esperança, sabe ... e fé. Então, é muito importante rezar.

ZENIT: Notei especialmente no álbum de Natal, que há uma profunda referência ...

Gianluca: Sim, Ave Maria ... Panis Angelicus

ZENIT: Percebi que de vez em quando você, Gianluca, olha para cima como se estivesse cantando essas músicas, você poderia explicar por quê?

Gianluca: Sim, porque eu canto para Deus. E na

Ave Maria, eu canto para Maria. Acabei de olhar para o céu e pensar sobre ... Bem, as letras são lindas. Ave Maria é em latim, estudei latim por dois anos, e eu entendo todas as letras, palavras, cada palavra. Então, é por isso. É algo especial no meu coração.

FAMÍLIA

ZENIT: Vamos falar um pouco mais sobre família. Para os leitores de Zenit esse é um tema muito importante. Vocês são um modelo no meio de uma sociedade onde ser moral pode não ser um caminho para ganhar popularidade. Vocês poderiam falar sobre isso?

Gianluca: Responsabilidade, sim [...] Sabemos como lidar com a nossa vida em todas as situações, pois temos atrás de nós um grande time. Você pode ver, os nossos empresários nos acompanham em todos os momentos, e é por isso que podemos concentrar e focar no nosso trabalho, porque queremos compartilhá-lo com as pessoas, e queremos transmitir todas as nossas emoções e amor pela música ... este tipo de música. [...]

Ignazio: Precisamos agradecer nossas famílias por nos dar uma boa educação.

ZENIT: Vocês poderiam falar sobre os sacrifícios familiares que vocês fizeram para estar onde estão agora?

Todos: Sim

Piero: Há uma razão pela qual falamos sempre sobre nossas famílias. Porque, se hoje estamos aqui, é graças a eles e a Deus que nos deu esse talento. E todos estão fazendo sacrifícios para o que estamos fazendo, até mesmo os nossos irmãos e irmãs, porque eles ficam em casa, sem a gente, isso é diferente para todos, mas nós amamos o que estamos fazendo. Eles são super compreensivos. Nós os amamos a cada dia.

Ignazio: Eu acho que quando falamos de sacrifício não significa apenas dinheiro, mas de tempo, fé e eles querem nos ajudar. Não é só por dinheiro.

Gianluca: Eu acho que os pais só querem ver seus filhos e filhas felizes. Isso é tudo que eles querem.

Ignazio: Se estamos felizes, eles estão felizes

Gianluca: Sim, é claro ... Isso é o que eu queria dizer [risos]. Essa é uma maneira simples.

ZENIT: Vocês viajam muito. Como tem sido para a família de vocês?

Piero: Estamos em 2014 e graças à tecnologia agora podemos falar com as nossas famílias através do Skype. Falamos com eles todos os dias, e eles só nos dizem para fazermos o que amamos e continuar fazendo o que estamos fazendo.

Ignazio: Mas, é claro, eles sentem muito a nossa falta.

Gianluca: Isso é a parte negativa deste tipo de vida, estar longe da família, mas ... graças ao Skype falamos com eles todos os dias.

ZENIT: Piero, alguns reconheceram quem você usa uma cruz, e alguns dizem que você está gastando o que ganha com o seu trabalho para ajudar os seus irmãos, sobretudo com a educação deles. Você poderia falar sobre essas duas coisas?

Piero: Esta cruz, minha avó me deu há seis anos, e eu nunca vou tirá-la, é abençoada. Quanto à minha educação, eu só quero agradecer a minha mãe, sempre serei grato a ela, porque desde pequeno, ela sempre me levou para a Igreja e, desde então, nunca deixei de ir à Igreja quando estou em casa.

ZENIT: Você está ajudando na educação de seus irmãos?

Piero: Sim, claro. Eu estou ajudando.

ZENIT: Todos vocês têm irmãos?

Piero: Sim, eu tenho um irmão e uma irmã. Ignazio tem uma irmã, e Gianluca tem um irmão.

Gianluca: Por exemplo, eu tenho um irmão que tem quase 14 anos, Ernesto. Talvez você conheça ele das redes sociais.

REDES SOCIAS

ZENIT: Falando de redes sociais ...

Gianluca: Sim, o Papa está ‘twitando’ e isso é ótimo.

Ignazio: o Papa

ZENIT: Il Volo ‘retuita’ o Papa. Você poderia explicar?

Gianluca: Sim ... eu, eu fiz isso.

ZENIT: Por que você fez isso?

Gianluca: Porque me fortalece. Eu não sei. O Papa é da Argentina. Eu amo Argentina. É um país lindo. Eu amo o povo da Argentina. Eu não sei. Como eu posso dizer? É simples. Assim, você vê um idoso andando na rua, mas é o Papa. [...]

Piero: Ele é o Papa mais legal que já tivemos. E eu estou muito curioso para saber o que ele e o ‘ex-papa’ fizeram na final da copa do mundo.

ZENIT: Bem, na Itália e no Vaticano tem sido um tema quente recentemente.

Gianluca: Sim, de Ratzinger [condolências enviadas pelo secretário do Papa emérito] .... eles [as caricaturas dos Papas na final] estavam muito engraçados ... Ah, outra coisa, Messi retuitou o meu tweet. Vou dizer porque eu amo o Messi ... ele é meu ídolo. É por isso que estou tão triste, falando sobre a Copa do Mundo. Mas de qualquer maneira [...] Eu queria dizer isso.

ENCONTRO COM O PAPA FRANCISCO

ZENIT: Sobre o papa Francisco, todos vocês tiveram o prazer de encontrar com ele recentemente, certo?

Todos: Sim

Piero: Nós o encontramos há cerca de três meses. E tivemos a chance de conversar com ele. Nós já gostávamos dele antes de ter a chance de encontra-lo, mas agora nós o amamos. Porque naqueles poucos segundos que nos encontramos, ele nos transmitiu mais espiritualidade e mais alegria ... para desfrutar da vida.

Ignazio: Ele está transmitindo uma nova mensagem da Igreja, e de todas as pessoas de dentro. A mensagem do amor pela religião.

Gianluca: Gostaríamos muito de cantar para o Papa um dia. Na frente do Papa. Claro ... Esse é um dos nossos sonhos.

ZENIT: Vocês mostraram seus álbuns?

Piero: Sim. Nós demos nossos dois álbuns Il Volo e Il Volo: We Are Love. Contamos a ele que nos apresentamos no Gran Rex, na Argentina, em Buenos Aires, três vezes. Ele disse: "Claro que eu sei, eu sei". Ele é ‘super’, ele é super legal. ... Eu amo ele.

ZENIT: Outra coisa, o papa Francisco muitas vezes chama a atenção para os idosos...

Gianluca: [piadas]: Come lui ["como ele"] .... Estou brincando (apontando para o produtor que estava passando) ...

Zenit: Mas eu sei que seus avós tiveram um papel importante nas suas vidas. Vocês poderiam falar um pouco sobre isso?

Gianluca: Meu avô é muito católico. Ele vai à Igreja, todos os domingos, para rezar, rezar por mim [...] É a nossa inspiração, meu avô, o vovô dele, o avô do Ignazio ...

Ignazio: Tenho apenas a minha avó agora.

Gianluca: Há! Sim.

Piero: E ela é católica?

Ignazio: Muito Católica. Ela é muito católica.

Gianluca: Começamos a ouvir esse tipo de música, graças aos nossos avós.

Piero: Nas gerações mais velhas, todo mundo era muito católico. Acho que agora, a geração mais jovem, está perdendo a sua parte católica. Mas, graças ao Papa Francisco, eu acho que ele está trazendo de volta os católicos e a Igreja.

Gianluca: Sim, a geração mais jovem está se aproximando de novo [...]

BOAS OBRAS

ZENIT: Vocês estão realizando algumas boas ações. Vi uma menina que estava doente, e vocês ajudaram. Vocês poderiam falar sobre estas boas obras?

Piero: Sim, tivemos algumas experiências com nossos fãs. E ficamos muito contentes e orgulhosos quando eles amam a nossa música, por isso ficamos muito felizes se pudermos dar-lhes um sorriso, quando a vida deles está difícil.

Gianluca: Às vezes, na hora de cumprimentar, os nossos fãs dizem: "Você salvou a minha vida. A sua música salvou minha vida" [...] Isso me faz sentir melhor ... uma pessoa melhor.

Na NET:

Oficial Il Volo Site: www.ilvolomusic.com

(Trad.:MEM)