Indonésia distingue Cáritas Portuguesa

Por sua ajuda após o tsunami de 2004

| 844 visitas

LISBOA, quinta-feira, 28 de maio de 2009 (ZENIT.org).- A Cáritas Portuguesa recebeu hoje um “Certificado de Agradecimento”, emitido pelo presidente da República da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, pelo o apoio prestado às vítimas do tsunami que devastou o Sudeste Asiático, no final de 2004.

Segundo informa a entidade assistencial, a Cáritas Portuguesa esteve entre as primeiras organizações nacionais a apoiar as vítimas do tsunami e manteve este apoio em projetos de reconstrução e desenvolvimento, ao longo dos últimos anos.

Em termos de vítimas mortais, a Indonésia foi o país mais afetado. De um total de 250.000 mortos, cerca de 150.000 ocorreram neste país, onde, a somar este números, mais de meio milhão de pessoas ficaram desalojadas.

Por esta razão, a Cáritas Portuguesa, na sua estratégia de atuação, procurou desenvolver ações que auxiliassem no restabelecimento rápido das comunidades afetadas.

O investimento feito passou por duas linhas fundamentais: a criação de postos de trabalho, por meio do apoio à estruturação de pequenas empresas familiares, e a construção de habitações.

Em parceira com a Cáritas da Suíça e com a Cáritas Dos Estados Unidos (Catholic Relief Services) foi possível construir 110 habitações dotadas de saneamento e acesso a água potável. Estas construções foram executadas com materiais de qualidade e estão preparadas para resistir a futuros terramotos.

Nestas duas linhas de ação foram investidos cerca de 1,5 milhão de euros, provenientes dos donativos da Campanha “Cáritas Ajuda as vítimas do Sudeste Asiático 2004”.

A Cáritas considera que o reconhecimento da República da Indonésia destina-se “a todos os doadores e benfeitores que, através dos seus gestos de solidariedade ou donativos, confiaram na ação da Cáritas e no cumprimento da sua missão”, afirma um comunicado da entidade.