Indonésia: líderes muçulmanos recebem cardeal Tauran na grande mesquita

Responsável vaticano abre contatos de diálogo inter-religioso

| 1386 visitas

JACARTA, sexta-feira, 27 de novembro de 2009 (ZENIT.org).- O presidente do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, cardeal Jean-Louis Tauran, realizou uma visita à mesquita nacional Istiqlal, a maior do sudeste asiático, durante sua primeira viagem oficial à Indonésia.

O cardeal Tauran estava acompanhado, nessa quarta-feira, pelo cardeal Julius Darmaatmadja, de Jacarta, o arcebispo coadjutor Ignatius Suharyo Hardjoatmodjo, e o bispo de Bandung, Dom Johannes Maria Trilaksyanta Pujasumarta, informa UCAN.

O imame da mesquita, Kiai Hajj Syarifuddin Muhammad, deu as boas-vindas aos católicos. “Esta mesquita não pertence só aos muçulmanos, mas a todos que professam uma religião. Todos eles são bem-vindos aqui”, disse.

A mesquita nacional da Indonésia, que pode acolher mais de cem mil pessoas, está situada do outro lado da rua da catedral da Assunção, no centro de Jacarta. O principal edifício retangular de oração está coroado por uma cúpula esférica de 45 metros, sustentada por doze colunas.

O cardeal Tauran destacou o clima de proximidade, dizendo: “parece que não há brecha entre muçulmanos e católicos”.

Em uma precedente visita à catedral, o cardeal disse que os muçulmanos podem dar lições aos cristãos. “Os muçulmanos têm uma espiritualidade muito forte. Levantam-se cedo para rezar –disse. Nossos jovens sacerdotes deveriam seguir seu exemplo, levantando-se cedo o suficiente para rezar antes de começar suas atividades diárias”.

“Nós, católicos, devemos dar testemunho às comunidades que nos cercam. Esse é um dos significados do diálogo inter-religioso. Para ser testemunhos, precisamos ter uma profunda espiritualidade”, disse.

Nasaruddin Umar, diretor do Diretório Geral para a Guia da Comunidade Muçulmana, do Ministério de Assuntos Religiosos, declarou que estava impressionado com a visita do cardeal Tauran a esta mesquita. “Significa que os cristãos podem estar em paz com os muçulmanos”, disse.

A mesquita foi desenhada pelo arquiteto protestante Frederich Silaban para celebrar a independência. Istiqlal significa “independência” em árabe. O primeiro presidente do país, Sukarno, iniciou a obra no lugar a 24 de agosto de 1961.

Levou 17 anos para construí-la e foi aberta pelo segundo presidente do país, Suharto, a 22 de fevereiro de 1978.

O cardeal Tauran chegou à Indonésia dia 24 de novembro. Fica no país até 1 de dezembro.