Instituto para as Obras de Religião lança seu site próprio

Presidente do banco vaticano garante que o IOR trabalha pela eficiência e pela transparência

Roma, (Zenit.org) | 531 visitas

O Instituto para as Obras de Religião, mais conhecido como IOR e popularizado como “o banco do Vaticano”, lançou nesta manhã o seu site (www.ior.va), com o objetivo de avançar no caminho da transparência.

Em entrevista à Radio Vaticano, o presidente do IOR, Ernst von Freyberg, reforça as declarações feitas em maio, quando foi divulgado que os meses sucessivos se concentrariam em finalizar o processo Moneyval, focado no cumprimento de todas as regras de combate à lavagem de dinheiro e de aumento da transparência. "O site tem o objetivo de informar os nossos colaboradores, clientes, a Igreja e a opinião pública sobre o nosso instituto, sobre os nossos objetivos, sobre a nossa reforma, sobre o que fazemos no mundo e sobre como sustentamos a Igreja na sua missão e nas suas obras de caridade", explica o presidente.

Questionado sobre o próximo passo, Ernst von Freyberg respondeu que, há muitos anos, o IOR tem um balanço anual certificado. "Neste ano, pela primeira vez, nós o publicaremos", afirma.

Freyberg explicou também que o site apresenta os serviços do instituto, as etapas históricas mais importantes do IOR, o atual trabalho de reforma e as pessoas que trabalham ali. "A nossa tarefa consiste em levar o IOR a responder a todas as normas internacionais, para que ele seja um instituto 'limpo', um instituto de serviço, para oferecer ao papa a opção de decidir, para o futuro, a organização mais justa para o IOR".