Instituto universitário para a unidade inicia atividades

Fundado por Chiara Lubich en Loppiano, Itália

| 703 visitas

ROMA, segunda-feira, 13 de outubro de 2008 (ZENIT.org).- Quarenta estudantes de dezesseis países iniciaram as aulas na sede do Instituto Universitário Sophia (IUS), fruto da intuição de Chiara Lubich, fundadora dos Focolares, e promovido junto a um grupo internacional de professores.

Criado com decreto pontifício em 7 de dezembro de 2007, e nascido com a finalidade de ser um laboratório de diálogo entre os povos, as culturas e os saberes, a sede do centro encontra-se na cidade internacional dos Focolares em Loppiano, Florença (Itália).

Segundo indica uma nota dos Focolares, as aulas iniciaram hoje. A cerimônia oficial de inauguração será no dia 1 de dezembro, no Auditório de Loppiano.

O instituto oferece aos estudantes um mestrado de dois anos em “Fundamentos e perspectivas de uma cultura da unidade”, e o correspondente doutorado.

O presidente do Sophia é monsenhor Piero Coda, professor de Teologia Trinitária na Universidade Pontifícia Lateranense de Roma e presidente da Associação Teológica Italiana.

De acordo com ele, o desafio deste novo centro acadêmico é “recuperar em Jesus a raiz sapiencial dos saberes, valorizando suas expressões culturais e científicas, para responder aos desafios de hoje”.

Para o ano letivo europeu 2008/2009, foram acolhidos 40 estudantes, de 16 países. A cidade internacional é, para eles, uma oportunidade de encontro e diálogo entre culturas, graças a seus 900 habitantes de mais de 60 países.

Mais informação em www.iu-sophia.org.