Internet ajuda no desenvolvimento de Uganda

Projeto da arquidiocese de Gulu

| 1087 visitas

GULU, terça-feira, 20 de julho de 2010 (ZENIT.org) – Dar aos mais pobres da zona rural do norte de Uganda uma voz através da internet, que impulsione a alfabetização e o desenvolvimento. Esse é o objetivo de um projeto iniciado em 2005 na arquidiocese de Gulu.

“As pessoas podem agora entrar em contato com comunidades vizinhas ou ONGs no exterior. Em casos de violações dos direitos humanos, podem denunciar imediatamente”, afirma John Bosco Komakech Aludi, diretor da Cáritas Gulu.

“É também um meio para despertar a consciência sobre problemas similares no exterior e melhorar a educação”, disse.

Os beneficiários do projeto pertencem a áreas rurais do norte de Uganda. Muitos não têm acesso à eletricidade.  Nesse contexto, os computadores funcionam com pequenos painéis solares que geram a energia necessária para o funcionamento das máquinas.

“Quando os jovens veem o que a internet pode oferecer-lhes, muitos fazem um esforço para melhorar suas habilidades de leitura”, afirma o diretor da Cáritas.

Atualmente, o programa, que se chama “BOSCO Uganda” proporciona conexão sem cabo de alta velocidade a 22 websites, nos distritos de Amuru e Gulu. Os computadores foram entregues a grupos de jovens em escolas, paróquias e ONGs. Os próprios usuários tornam-se responsáveis pelo equipamento. 

“BOSCO Uganda” deve-se estender a outras regiões do país e também ao Sudão. Recentemente, o programa recebeu o prêmio “Rompendo Fronteiras 2010”, que reconhece grupos ou indivíduos que usam a internet para promover a liberdade de expressão.

(Nieves San Martín)