JMJ Rio 2013 Francisca vai ao encontro de Francisco

Para jovem ,a Igreja está mais viva do que nunca

Brasília, (Zenit.org) Edmar Araújo | 819 visitas

Ela tem 24 anos, é publicitária e trabalha em uma empresa de eventos. Católica desde pequena, não gosta muito do nome que a torna xará do Papa Francisco. “Me chamo Francisca Lauana, mas gosto mais do Lauana”, conta a jovem que mora em Brasília com os pais e dois irmãos. Lauana é uma das muitas jovens que irão ao Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude, evento a ser realizado entre os dias 23 e 28 de Julho e que reunirá milhões de pessoas na Cidade Maravilhosa.

A xará do Sumo Pontífice conta que conheceu o real sentido da vida em Deus ainda bastante jovem. “Estou na Igreja Católica desde pequena, mas conheci o real sentido da vida em Deus com 14 anos. Após receber os sacramentos da Eucaristia e Crisma, fui convidada a participar de um grupo de teatro. Nesse período conheci de perto a realidade da minha paróquia, vivi  grandes momentos de evangelização atuando em peças e também na simplicidade de nos encontrarmos toda semana para rezarmos o terço e adorarmos o Santíssimo Sacramento”. 

A exatos 50 dias da JMJ Rio 2013, Francisca diz que estar neste encontro com o Papa sempre foi um sonho. “Nos últimos encontros não tive como ir. Quando foi anunciado que a próxima seria no Brasil, pensei: tenho que dar um jeito de participar, mesmo que eu vá sozinha. A expectativa para JMJ é muito grande”, destaca.

Para a jovem, conhecer o Papa Francisco será a realização de um grande sonho. “O Papa Francisco é um exemplo de alegria, humildade e paz. Em suas declarações fica nítido como ele se mostra jovem e feliz em servir a Igreja de Cristo. A JMJ me causa expectativas de um grande encontro, de poder ver com os meus olhos o quanto é belo estar entre irmãos, entre pessoas que comungam da mesma fé”, celebra.

Encerrando o papo com ZENIT, Francisca Lauana diz acreditar que a JMJ 2013 mostrará ao povo brasileiro que a Igreja Católica está mais viva do que nunca. “A visita do Papa Francisco será marcante e inesquecível para todo Brasil. O Santo Padre viveu praticamente toda sua vida na América Latina, ele conhece de perto os problemas e características dos países latinos, conhece de perto a pobreza que infelizmente ainda é grande em nosso país. Acredito que ele trará palavras de conforto, fé, coragem e esperança para o Brasil”, finaliza.