JMJ Rio 2013: Olhares ansiosos nas mais diversas direções

Cruz chega à Diocese de Duque de Caxias e São João de Meriti

Rio de Janeiro, (Zenit.org) | 589 visitas

Olhares ansiosos nas mais diversas direções. Por onde os símbolos da Jornada Mundial da Juventude pudessem aparecer, ali, com certeza, havia centena de olhares atentos. Cada vez que se tocava o hino da JMJ, a expectativa aumentava. “Eu não estou me aguentando, é uma emoção muito grande! Estamos esperando essa cruz há muito tempo, na contagem regressiva para a Jornada. Espero que a Cruz traga o amor de Cristo para cada um, que cada jovem sinta o Espírito Santo descendo como em Pentecostes no coração de cada jovem”, afirmou Bárbara Melo

Até que, finalmente, no início da tarde de domingo, 2 de junho, os símbolos chegaram à Praça da Matriz de São João do Miriti, diocese de Caxias. Começava, naquele momento, a peregrinação dos símbolos da Jornada pela Diocese de Caxias. “Estamos vivendo momentos de grande graça. Há mais de um ano que a Cruz peregrina e o ícone de Nossa Senhora vão percorrendo as terras brasileiras em preparação a esta grande jornada. Aqui, através de São João de Miriti, se inicia a caminhada da cruz pela diocese, para que possamos nos preparar ainda mais intensamente, viver com ardor a JMJ”, disse Dom Tarcísio Nascentes, bispo diocesano de Caxias.

Na homilia de chegada dos símbolos, Dom Tarcísio reforçou a importância dos jovens assumirem o chamado missionário que Deus os faz neste tempo de preparação da JMJ.  “É preciso que o anúncio de cristo chegue a todos os povos e nações, a todos os corações. Assim, a gente começa a compreender que a Igreja é, por natureza, missionária e que cada um de nós, batizados, somos discípulos missionários de Jesus. Somos chamados, especialmente vocês, jovens, a anunciar Jesus Cristo para outros jovens, a crescermos em todo o diversificado mundo juvenil”, acrescentou.

A cada instante de espera da Cruz e do ícone da JMJ, mais jovens iam chegando à praça principal, em grande festa, numa demonstração de alegria e entusiasmo pela chegada dos símbolos. Um dos grupos mais animados na praça era dos jovens da Paróquia Nossa Senhora das Graças, no bairro Agostinho Porto. “O pessoal está bem animado e muito bem organizado. Estamos aproveitando esse momento, confiando que a presença da cruz possa trazer muita paz e bênçãos para a nossa baixada e muita esperança para a nossa juventude”, declarou o pároco Alcindo Martins Milena.

Os jovens da paróquia assinaram embaixo: “Este é um momento de muita felicidade. Estamos nos mobilizando há mais de um ano para a JMJ. Para nós, é uma honra estarmos recebendo os símbolos aqui em São João do Miriti”, acrescentou Bruno Santana. 

O texto foi divulgada por Rocélia Santos da Arquidiocese do Rio de Janeiro.