JMJ Rio 2013 Um anfitrião a serviço da Jornada

Ele não vai viajar ao Rio de Janeiro para encontrar-se com o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude

Brasília, (Zenit.org) Edmar Araújo | 633 visitas

Ele não vai viajar ao Rio de Janeiro para encontrar-se com o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude. E a razão disso é que o gerente de vendas Ygor Oliveira, 26 anos, é morador do bairro carioca de Vila Isabel, distante cerca de 10 quilômetros do centro do Rio. Ygor, que há 11 anos atua nas lideranças jovens católicas e já foi membro do setor Juventude da Arquidiocese do Rio de Janeiro, será mais um voluntário na JMJ Rio 2013.

“No inicio dos trabalhos eu estava como responsável em organizar uma equipe de jovens para divulgação da JMJ nos colégios cariocas. Após a conclusão dessa missão, fui ajudar na preparação das catequeses na Jornada”, conta.

O jovem carioca, assim como o Papa Francisco, é estreante em Jornadas Mundiais da Juventude. Para ele, vive-se um momento ímpar da história da Igreja em que dois Santos Padres zelam pelas almas. Perguntado sobre a participação em eventos de evangelização como esse, Ygor foi enfático. “Já estive em grandes eventos, mas nada que se compare a uma Jornada”.

Ao falar sobre a estada do Sumo Pontífice no Rio, cidade que já recebeu o então cardeal Joseph Ratzinger, hoje papa emérito Bento XVI, em 1990, e o beato João Paulo II, em 1980, 1982 (apenas no aeroporto) e 1997, Ygor não escondeu a sua admiração pelo Papa Francisco. “Ele é um exemplo de pessoa para todos nós, católicos ou não, jovens ou não. Ele veio para mudar a história da nossa Igreja. Espero que a JMJ seja um marco importante na nova evangelização brasileira. Há uma força-tarefa do clero dedicada ao assunto, dedicada a olhar pela juventude que é a base da Igreja”.

Ao fim da conversa com ZENIT, Ygor disse que o Brasil é uma terra abençoada por receber a primeira visita oficial do Papa Francisco a uma nação que não a do Vaticano e Itália. “Ele já demonstrou ter um carinho grande com o povo brasileiro. Sem dúvida será uma grande bênção a visita do Papa Francisco nesta Jornada Mundial da Juventude na cidade do Rio de Janeiro”.