Jovens cubanos levam apoio às vítimas do furacão Sandy na ilha

Sem distinção de credos nem de visões políticas

| 945 visitas

Araceli Cantero Guibert

MIAMI, terça-feira, 6 de novembro de 2012 (ZENIT.org) - Poucos dias depois da passagem do furacão Sandy pela província de Holguín, no noroeste cubano, jovens católicos de Banes e Antilla se mobilizaram para dar apoio às pessoas flageladas, com dois textos bíblicos no coração.

Com o texto de Isaías, “Consolem, consolem o meu povo…”,e com palavras de Pedro e João ao enfermo da porta do templo, “Não temos ouro nem prata, mas, em nome de Jesus Cristo, dizemos: levanta-te e anda…”, os jovens foram ao encontro dos flagelados. Alguns dos jovens tinham, eles próprios, perdido até a casa, mas priorizaram o apoio ao próximo.

Em Antilla, foram acolhidos em meio a muitas lágrimas e testemunhos confidenciais. Ao pároco, Pablo Emilio Presilla, contaram que foram recebidos por pentecostais e adventistas, por testemunhas de Jeová e comunistas, por indiferentes e agnósticos.

Na casa de uma família de outra religião, onde o mar tinha levado tudo, os jovens católicos foram recebidos com indecisão. Os moradores não queriam receber ajuda, nem sequer leite para as crianças. Um dos jovens falou então do amor de Jesus, disse que divisões e religiões são fruto do pecado, que todos somos irmãos. E pediu que, se os adultos não queriam receber ajuda, pelo menos pensassem nos filhos.

Em entrevista a ZENIT por correio eletrônico, o sacerdote resumiu a experiência dos jovens e o que eles lhe contaram. Para as famílias em dúvida, deixavam claro que não estavam ali para fazer proselitismo, que não estavam pedindo que ninguém abandonasse a sua religião, mas que apenas aceitassem a ajuda de que precisavam.

Segundo o sacerdote, “os jovens voltaram à paróquia fortalecidos na visão cristã do amor”. Para o pe. Presilla, a experiência fez pensar na nova evangelização e no lema do Ano Jubilar Mariano, que homenageia a padroeira de Cuba: “A Caridade nos une”.

Para os interessados em ajudar a diocese de Holguín, o contato por e-mail é  

gestoSandy@obiholguin.co.cu.