Lançada na Espanha a composição Rorate caeli desuper, de García Román

III Ciclo de Música e Tempo Litúrgico: o advento na catedral de Granada

| 726 visitas

GRANADA, sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 (ZENIT.org) - Neste sábado, a catedral de Granada, no sul da Espanha, receberá mais uma edição do Concerto de Advento, organizado pela própria catedral e pelo Centro Cultural Nuevo Inicio, do arcebispado de Granada.

O concerto, que acontece às 19h30, é do organista Juan María Pedrero Encabo, professor nos Conservatórios Superior e Profissional de Granada e Acadêmico Numerário da Real Academia de Belas Artes de Granada.

Pedrero Encabo interpretará diversas composições de Johann Sebastian Bach, além de uma do diretor da Real Academia de Belas Artes de Nossa Senhora das Angústias, José García Román, intitulada Rorate caeli desuper, a ser apresentada pela primeira vez.

A obra de García Román, finalizada em dezembro de 2011, começa com uma melodia gregoriana em registro grave que vai dando vértebras à obra, resultando em uma harmonia que brota da própria essência do tema. A obra é dedicada ao compositor Juan-Alfonso García, que foi organista da catedral de Granada.

Pedrero Encabo interpretará ainda algumas obras de advento de Jeanne Demessieux (Rorate caeli, cujos primeiros versos procedem do livro de Isaías), de Olivier Messiaen (Le Verbe, a quarta das nove peças que integram La Nativité du Seigneur) e de Marcel Dupré (O mundo à espera do Salvador, primeiro movimento da Simphonie-Passion).

Juan María Pedrero tem formação superior em órgão e piano pelo Conservatório do Liceu de Barcelona. Foi ganhador, em 2000, do primeiro prêmio do Concurso Nacional Interconservatórios da França. De 2001 a 2002, foi organista titular em residência do Sapporo Concert-Hall, no Japão, e ofereceu concertos por toda a Espanha, além de outros países da Europa, da América e do Extremo Oriente. Foi também solista e colaborador de diversas orquestras, bem como de grupos de música antiga e do Musica Aeterna Bratislava.

(Trad.ZENIT)