Lembrando o pacificar cristão do Paquistão

Concerto pela Paz em Londres em memória de Shahbaz Bhatti

| 904 visitas

ROMA, 27 de janeiro de 2012(ZENIT.org) - Um concerto pela paz e um comício em Londres marcará o primeiro aniversário do assassinato do político paquistanês Shahbaz Bhatti, morto depois de se pronunciar contra as leis de blasfêmia do país.

***

O evento será no sábado, dia 10 de março, e será comemorada a vida e obra do Sr. Bhatti; também será feito um pedido de mudança nas leis de blasfêmia do Paquistão, que incluem a execução e a prisão perpétua por crimes contra o Islã.

O Sr. Bhatti, primeiro ministro federal para assuntos minoritários do Paquistão, foi morto a tiros enquanto ia para o trabalho em Islamabad. Seu assassinato ocorreu depois de sua campanha por Ásia Bibi, primeira mulher do Paquistão condenada à morte sob as leis de blasfêmia, para que a perdoassem.

O comício pela paz terá início às 11:00 com um protesto em frente à Alta Comissão do Paquistão, Lowndes Square; Londres pedindo a abolição das leis de blasfêmia do país.

Após a apresentação de uma petição ao 10 Downing Street, acontecerá um concerto em Trafalgar Square a partir das 15:00.

Dentre os participantes que falarão sobre este dia estarão: o Bispo Vahan Hovhanessian, Primaz da Igreja Apostólica Armênia Ortodoxa no Reino Unido, Baronesa Cox, Matthew Jones da Christian Solidarity Worldwide, e da Ajuda à Igreja que Sofre, John Pontifex.

John Pontifex, que se encontrou com Shahbaz Bhatti durante uma viagem ao Paquistão durante um projeto ACN disse: "Shahbaz morreu por uma causa - a causa da liberdade religiosa. Este comício é uma excelente oportunidade para seguirmos os passos de Shahbaz e clamarmos por justiça e liberdade."

Antes do seu assassinato, dia 2 de março do ano passado, o Sr. Bhatti tinha sido alvo de inúmeras ameaças de morte. Ele começou a receber ameaças em 2009, depois de ter falado em favor dos cristãos que foram atacados em Gojra, província de Punjab, acusados de blasfêmia, e aumentou depois do seu apoio público a Ásia Bibi.

O evento é organizado pelo British Pakistani Christian Association em conjunto com outras organizações, incluindo a Ajuda à Igreja que Sofre.

O organizador do evento, e presidente da Associação Cristã de Paquistaneses Britânicos, Wilson Chowdhry disse: "Com apenas 8.174 paquistaneses cristãos no Reino Unido, dispersos em uma vasta área, fica difícil organizar grandes protestos ou petições contra os ataques aos cristãos no Paquistão – estamos felizes porque muitos de nossos irmãos e irmãs de outras comunidades cristãs estarão juntos dia 10 de março.

"Trabalhar com outros grupos, como Christian Concern e a Ajuda à Igreja que Sofre, tem nos mostrado que em colaboração, podemos conseguir muito mais - e este ano seremos acompanhados por Cristãos Coptas e Cristãos Armênios, que também estão sofrendo perseguições religiosas.

"Pessoas que sentem compaixão por estas minorias afetadas devem se juntar a nós pedindo a intervenção do Governo do Reino Unido– de maneira simples, apenas com a sua presença no dia 10 de março, e faremos deste evento um sucesso."


Por John Newton

(Tradução MEM)